Câmara cria Procuradoria para atuar na proteção das mulheres e empossa procuradora

Por: - 15 de junho de 2021
Procuradoria da Mulher
Vereadora Ana Lucia Rodrigues intervém junto à prefeitura representando os moradores de São Domingos e do distrito de Iguatemi, que pedem uma ciclovia até a área urbana

Com a presença do prefeito Ulisses Maia (PSD), vice-prefeito Edson Scabora e de todos os secretários municipais, foi instalada na manhã desta terça-feira a Procuradoria da Mulher da Câmara Municipal de Maringá e empossada a vereadora Ana Lucia Rodrigues (PDT) como primeira titular.

A criação dessa procuradoria é resultado da primeira iniciativa de Ana Lucia como vereadora, apresentada ao presidente do Legislativo, Mário Hossokawa (PP), no dia 7 de janeiro, em período em que a Câmara ainda não tinha iniciado seus trabalhos.

Em plenário, o projeto teve aprovação unânime dos vereadores e houve apoio da Procuradoria da Câmara Federal, da Assembleia Legislativa e das que já existem em várias câmaras de vereadores do Paraná.

O prefeito elogiou a primeira procuradora – que foi sua professora em um curso de mestrado em Políticas Públicas -, destacando que muito antes de contar com esse cargo Ana Lucia já tem um longo histórico na defesa das mulheres.

Segundo ele, sua administração fez da prefeitura de Maringá uma das mais femininas do Paraná, com 64% dos cargos nomeados nos diversos escalões ocupados por mulheres.
A procuradora Ana Lucia Rodrigues lembrou que Maringá tem uma das mais completas e atuantes redes de proteção da mulher, com várias entidades trabalhando em conjunto e que a Procuradoria criada na Câmara é mais um elo desta rede, melhorando ainda mais as ações em defesa das mulheres.

Segundo a procuradora, uma das funções da Procuradoria será fiscalizar e acompanhar programas de políticas públicas que já existem, fomentar a criação de outros e, junto com as demais instituições, garantir que as políticas em prol da proteção da mulher atinjam seus objetivos.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.