Descarte irregular de resíduos no Jardim Piatã rende multa de R$ 10 mil

Os descartes irregulares se tornaram frequentes após um incêndio ter paralisado as atividades no Ecoponto

Por: - 12 de maio de 2021

Uma pessoa foi autuada, multada e poderá responder por prática de crime ambiental por ter descartado irregularmente restos de construção civil, eletrônicos, móveis e estofados.

A pessoa foi flagrada por câmeras de segurança quando se aproximou com um caminhão do Ecoponto que a Secretaria de Meio Ambiente e Bem-estar Animal da prefeitura de Maringá no Jardim Piatã, no lado norte da cidade, e despejou os resíduos.

As imagens permitiram a identificação do caminhão e do condutor, que foi localizado e autuado e multado em R$ 10 mil.

Ações semelhantes, estão ocorrendo com frequência, desde o incêndio no Ecoponto do Jardim Piatã na noite do dia 27.

Após o incêndio, os serviços de recebimento de recicláveis e inservíveis no local foram suspensos temporariamente. A Secretaria está acompanhando as imagens da câmera de segurança e, todas as pessoas que forem identificadas realizando descarte irregular, serão autuadas.

Os resíduos de construção civil (areia, cerâmica, concreto, pedra, tijolo) e volumosos (colchões e móveis em madeira) deverão ser destinados, por meio de contratação do serviço, à Pedreira Ingá.

Já os materiais recicláveis (papel, papelão, plástico, vidro) e eletrônicos (TV, geladeira, fogão, eletrodomésticos, acessórios de informática, entre outros) poderão ser entregues em pontos de descartes e cooperativas.

Confira o endereço e telefone dos pontos de descarte e cooperativa.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.