Maringá e cidades da região recebem 34 mil doses de vacina nesta quarta

inicia-se a vacinação de três novos grupos prioritários: as gestantes e puérperas, as pessoas com deficiência permanente e pessoas com comorbidades

5 de maio de 2021
O Paraná recebe mais 148,6 mil doses do imunizante CoronaVac para continuar a vacinação contra a Covid-19 no estado. O lote enviado pelo Ministério da Saúde chegou no início da noite no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba. 09/03/2021. Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Maringá recebe nesta quarta-feira 33.335 doses de vacina da AstraZeneca e mais 630 da CoronaVac, totalizando 33.965 doses. Essas doses serão divididas entre os municípios que fazem parte da 15a. Regional de Saúde, proporcionalmente às suas populações.

Entregas semelhantes estão acontecendo em todo o Estado. Mais 372.930 doses de vacinas contra o coronavírus estão sendo distribuídas , com apoio das aeronaves do Governo. Os imunizantes são referentes à 16ª remessa de vacinas encaminhadas ao Estado pelo Ministério da Saúde durante o final de semana, compostas por 358.740 doses da Covishield, produzida pela parceria Universidade de Oxford/Astrazeneca/Fiocruz, e 14.190 doses da Coronavac, da parceria Sinovac/Instituto Butantan.

Todas as vacinas da Covidshield são destinadas à primeira dose de grupos prioritários. A vacinação segue nas pessoas de 60 a 64 anos, abarcando 21% desta população, com 125.005 doses. Além disso, inicia-se, neste momento, a vacinação de três novos grupos prioritários: as gestantes e puérperas (17.470 doses, referente a 13% do total do grupo), as pessoas com deficiência permanente (52.495 doses, 13% do grupo), e pessoas com comorbidades (163.770 doses, 13% do grupo).

Já as doses da Coronavac são destinadas, em sua maioria, à segunda dose. São 8.910 doses destinadas a trabalhadores da saúde e 2.260 doses para forças de segurança/salvamento e Forças Armadas. Mais 3.020 doses são destinadas à primeira dose, também para os profissionais de segurança.

Pfizer

Além das doses que vão para as Regionais, Curitiba recebe 32.760 doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer, referente ao primeiro lote de 1 milhão de doses do imunizante recebido pelo Brasil em acordo realizado pelo governo federal. As doses são destinadas à Capital por necessitarem de armazenamento a -70°C em freezers de alta performance, o que restringe sua logística de distribuição. As vacinas também são destinadas à primeira dose dos grupos de gestantes e puérperas, pessoas com deficiência permanente, pessoas com comorbidades e idosos de 60 a 64 anos de idade.

Professores

Das doses recebidas pelo Estado na 16ª remessa, 32.760 foram armazenadas no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para iniciar a vacinação de profissionais da educação. As doses serão enviadas às Regionais dentro dos próximos dias.

O número corresponde a 15,5% do total de trabalhadores previstos no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, estimado em 210.897 pessoas. Estão incluídos profissionais da rede pública estadual e municipal, da rede privada e da assistência social.

Neste primeiro momento, serão vacinados os profissionais entre 55 e 59 anos. Outros 8 mil trabalhadores já foram imunizados, por serem pessoas com mais de 60 anos, grupos já contemplados pela vacinação no Estado.

A decisão de adiantar a vacinação deste grupo prioritário se dá juntamente ao anúncio do retorno gradual das aulas presenciais na rede estadual, que se inicia em 10 de maio com 10% das escolas – cerca de 200 colégios.