Guarda Municipal só vai usar armas após novo treinamento

Os agentes passarão por aulas teóricas ministradas por policiais militares e civis

5 de maio de 2021
GM em treinamento
As aulas para a Guarda Municipal serão ministradas por policiais civis e militares

A Guarda Municipal de Maringá conta com 124 armas de fogo, foi autorizada formalmente pela Polícia Federal a portar as armas, porém isto só vai acontecer depois que todos os agentes passarem por atualizações, tanto no treinamento quanto nos procedimentos burocráticos internos. Há o objetivo que os agentes estejam preparados psicologicamente para estarem armados nas ruas.

Segundo o secretário de Segurança Pública do município, Ivan Quartaroli, “nosso foco é ter uma atuação de excelência e primor nas técnicas da Guarda Municipal para dar toda segurança para a população”.

Os treinamentos da Guarda Municipal são teóricos e práticos, reunindo atualizações sobre tiro, defesa pessoal, mobilidade, legislação, entre outros. Os agentes passarão por cursos com as polícias Civil e Militar. A GM também prepara atualizações internas, já que foram publicados decretos federais que alteraram algumas situações relacionadas ao trabalho com arma de fogo no país.

Quartaroli explica que a arma de fogo só pode ser usada pela GM em casos de legítima defesa.

Arsenal

A Guarda Municipal de Maringá tem em seu arsenal 124 armas de fogo, das quais 100 são pistolas TH 380 calibre .38, 14 espingardas Pump Boito calibre .12 e dez revólveres Taurus calibre .38. Dos 254 agentes (129 patrimoniais e 125 municipais), 91 estão aptos a portar arma de fogo.