15ª Regional de Saúde recebe doses de vacina contra a Covid-19 e gripe

Por: - 9 de abril de 2021
Vacina
Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa na segunda-feira (12/4) / AEN

A 15ª Regional de Saúde de Maringá recebeu, na quinta-feira (8/4), 8.245 doses de vacina contra Covid-19 e 24.660 contra o vírus influenza (gripe). Serão encaminhadas para Maringá 4.195 aplicações contra o coronavírus e 12.590 contra a influenza. A prefeitura ainda não definiu a estratégia de vacinação.

No total, o Paraná distribuiu 242.050 doses de vacina contra Covid-19 e 372.000 contra a gripe para as 22 Regionais que formam o sistema público de saúde do estado. A orientação é que os municípios comecem a aplicação do imunizante contra o coronavírus ainda nesta sexta-feira (9/4). A mobilização contra a influenza começa na segunda-feira (12/4).

A Prefeitura de Maringá, por meio da assessoria de imprensa, informou que a Secretaria de Saúde aguarda a chegada da remessa de vacinas para contabilizar as doses e definir a estratégia de vacinação. A previsão é que as doses cheguem na rede municipal ainda nesta sexta-feira por volta das 10h30.

Em Maringá, a campanha de vacinação contra Covid-19 nesta sexta-feira será apenas para aplicação da segunda dose. Quem já recebeu a primeira dose, deve conferir no cartão de vacinação se chegou o dia de receber o reforço. Veja os locais:

Vacina contra a Covid-19

A distribuição contemplou 127.110 imunizantes da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz e 114.800 da Coronavac/Butantan. A remessa da AstraZeneca está dividida em 73.860 para aplicar como primeira dose em idosos de 65 a 69 anos e 53.250 como segunda dose para os trabalhadores de saúde imunizados em janeiro, quando o primeiro lote do medicamento chegou ao Paraná. O intervalo de aplicação desse imunizante é de três meses.

As doses do Butantan estão divididas entre 25.040 para idosos de 65 a 69 anos e 2.277 para profissionais de segurança pública, ambas destinadas para a primeira aplicação. Outras 70.715 são para idosos entre 70 e 74 anos e 11.212 para trabalhadores da saúde, ambas como segunda dose, além da reserva técnica de 5%.

Vacina contra a gripe 

A 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa na segunda-feira e segue até 9 de julho. A meta para todos os estados, segundo o governo federal, é imunizar pelo menos 90% dos grupos prioritários. O Paraná deverá vacinar 4,4 milhões de pessoas.

“Vamos trabalhar com duas campanhas simultaneamente, contra a Covid-19, já em andamento, e a partir do dia 12 contra a influenza. O Paraná tem expertise em vacinação, conta com uma rede com 1.850 salas de vacina distribuídas por todos os municípios e equipes capacitadas e preparadas”, disse o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

A imunização será feita de forma escalonada. Os grupos prioritários serão distribuídos em três etapas. Na primeira, de 12 de abril a 10 de maio, serão imunizadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

Na segunda fase, de 11 de maio a 8 de junho, a vacinação será para pessoas com 60 anos ou mais, professores das escolas públicas e privadas. Na terceira etapa, de 9 de junho e 9 de julho, estão pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

O Ministério da Saúde não recomenda a aplicação das vacinas contra a Covid-19 e contra a gripe simultaneamente. A orientação, neste momento, é priorizar a imunização contra a Covid-19 e respeitar o intervalo de 14 dias entre uma e outra dose.

Com informações da Agência de Notícias do Paraná

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.