Procon de Maringá multa agências da Caixa Econômica em R$ 488,9 mil

Por: - 3 de março de 2021
Procon de Maringá
Fiscais flagraram falta de funcionários para organizar filas / PMM

O Procon de Maringá multou três agências da Caixa Econômica Federal por falhas no atendimento aos clientes. As multas, aplicadas no mês de fevereiro, somam R$ 488,9 mil. O órgão identificou o descumprimento de determinações do Código de Defesa do Consumidor e do decreto em prevenção ao coronavírus.

De acordo com o Procon, foram identificadas falhas no atendimento preferencial, tempo excessivo de espera, ausência de funcionários para atender e organizar as filas, entre outras situações.

“Com a grande demanda, as filas ficam maiores nos bancos. Mas, não pode haver omissão no cumprimento da lei que garante o atendimento preferencial”, disse a coordenadora do Procon, Patrícia Parra.

Em nota (veja na íntegra abaixo), a Caixa Econômica, por meio da assessoria de imprensa, informou que foi notificada e vai recorrer das multas aplicadas. O banco disse que adotou várias medidas para dar celeridade ao atendimento nas agências como a triagem dos clientes ainda nas filas no ambiente externo.

A Caixa informou que as filas são organizadas por funcionários para garantir o distanciamento entre os clientes. Além disso, mantém a sinalização/delimitação do piso externo das agências.

O Procon de Maringá informou que foram vistoriadas 10 agências de diferentes redes bancárias. O órgão de defesa do consumidor já realizou pesquisas sobre a cesta básica, pescados e está em andamento outro levantamento sobre ovos de Páscoa. Os fiscais devem realizar nos próximos dias pesquisas sobre o preço do gás e do combustível.

Veja a nota da Caixa Econômica Federal na íntegra 

“A Caixa informa que permanece realizando ações sistêmicas para dar celeridade ao atendimento nas agências e oferecer um serviço de qualidade a todos.

Entre as ações adotadas pelas agências da Caixa, notadamente a Avenida Center, a Pioneiros e a Maringá, é possível citar que as unidades, que têm horário de funcionamento de 8h às 13h, realizam a triagem antecipada das filas ainda no ambiente externo, com o objetivo de identificar as necessidades de cada cliente e dar as orientações sobre o melhor canal de atendimento. Também são promovidas a recepção qualificada durante todo o período de atendimento e a organização das filas por recepcionistas, de forma a garantir o afastamento entre as pessoas. Somado a isso, mantém a sinalização/delimitação do piso externo das agências.

Destacamos ainda que a Caixa realiza visitas periódicas ao Procon e demais órgãos fiscalizadores com o objetivo de estreitar o relacionamento e atuar antecipadamente nas ocorrências apontadas, melhorando cada vez mais a jornada dos clientes.

A Caixa informa ainda que segue com o atendimento presencial no interior das agências apenas para serviços sociais essenciais, como o saque sem cartão e senha de benefícios do INSS, prova de vida do INSS, saque do Auxílio Emergencial, Seguro Desemprego, Bolsa Família, Abono Salarial e FGTS, solicitação do DPVAT, além de desbloqueio de cartão e senhas de contas.

Como forma de facilitar o acesso aos serviços, a Caixa orienta o uso do aplicativo Caixa Tem e dos canais alternativos, lotéricas e correspondentes bancários, para movimentação de recursos dos benefícios sociais pagos pelo banco.

Por fim, o banco informa que foi notificado pelo Procon e vai recorrer, considerando todas as ações citadas acima de coordenação do atendimento e prevenção à Covid-19.”

  • Reportagem atualizada na quarta-feira (3/3), às 16h03, com posicionamento da Caixa Econômica Federal. 

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.