Maringá adia retorno das aulas na rede municipal no modelo híbrido para 1º de março

Por: - 17 de fevereiro de 2021
Volta às aulas
Inicialmente, atividades presenciais seriam retomadas nesta quinta-feira (18/2) / Aldemir de Moraes / SIACOM

A Prefeitura de Maringá decidiu adiar o retorno das aulas na rede municipal no modelo híbrido para 1º de março. Apesar disso, o calendário escolar está mantido e as aulas começam nesta quinta-feira (18/2) de forma remota. Inicialmente, a Secretaria de Educação de Maringá (Seduc) pretendia retomar as atividades presenciais nesta quinta.

O adiamento também vale para escolas que compraram vagas do município. A decisão foi tomada na noite de terça-feira (16/2) durante reunião virtual de uma Força de Trabalho Emergencial que discute o aumento e a gravidade dos casos de Covid-19 na cidade e no Paraná.

O prefeito Ulisses Maia (PSD) afirmou que novas ações devem ser anunciadas ainda nesta quarta-feira (17/2). “Nesta quarta-feira, pela manhã, vamos anunciar outras deliberações. Decidimos divulgar com antecedência esta decisão sobre o adiamento das aulas presenciais da rede municipal por respeito aos diretores, professores, pais e alunos que estão na expectativa do retorno às atividades. Mas, medidas têm que ser tomadas como prevenção. Nosso compromisso é com a vida dos maringaenses.”

Outras reuniões foram agendadas para esta quarta-feira com setores da sociedade civil organizada. O objetivo é discutir medidas de prevenção ao coronavírus e solicitar apoio da comunidade no combate da doença. Ulisses Maia também destacou a importância de receber, do Governo Federal, novos lotes de vacina para Maringá e região.

Na rede estadual, o início das aulas no modelo híbrido também foi adiado para 1º de março. Apesar disso, o ano letivo começará efetivamente nesta quinta-feira, de maneira remota, com um reforço escolar na rede estadual de ensino, revendo conteúdos prioritários apresentados aos alunos no formato online em 2020.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.