Sindicato realiza protesto contra fechamento de agências e demissões no Banco do Brasil

Por: - 29 de janeiro de 2021
Esse é o terceiro protesto realizado pelo sindicato neste mês / Sindicato dos Bancários

O Sindicato dos Bancários de Maringá e Região realiza um novo protesto na manhã desta sexta-feira (29/1) em frente a agência do Banco do Brasil no Centro. A manifestação é contra as medidas de reestruturação anunciadas pelo banco, que prevê demissões e fechamento de agências.

Esse é o terceiro protesto realizado pelo sindicato neste mês. O primeiro foi em frente a agência na Avenida Mandacaru, que será fechada. O segundo foi em Paiçandu, onde a única agência será transformada em um posto de atendimento.

O Banco do Brasil anunciou neste mês um plano de reorganização administrativa com o fechamento de 361 unidades em todo o país, sendo 112 agências, sete escritórios e 242 postos de atendimento. O Sindicato dos Bancários afirma que a conversão de 243 agências em postos de atendimentos aumenta para 604 o número de agências bancárias que, na prática, deixarão de existir.

Além disso, 45 unidades de negócios serão transformadas em Lojas BB, sem a oferta de guichês de caixa. O sindicato diz que o programa de demissão voluntária vai atingir 5 mil bancários.

Segundo o Banco do Brasil, o objetivo do plano de reorganização é trazer eficiência e otimização aos postos de atendimento. A estatal espera economizar R$ 535 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025 com as medidas adotadas.

Além da manifestação, o Sindicato dos Bancários de Maringá e Região, a Federação dos Bancários do Paraná e a Confederação Nacional (Contec) informaram que pretendem ingressar na Justiça na próxima semana com ação pedindo a suspensão das medidas de reestruturação do Banco do Brasil.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.