Aprovação do governo Ratinho Junior aumenta e passa de 77%, com 13,8% de avaliação ótima

22 de dezembro de 2020

A administração do governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), tem a aprovação de 77,2% dos paranaenses e 59,1% dos entrevistados avaliam a atuação como ótima (13,8%) e boa (45,3%). Já a administração do presidente Jair Bolsonaro tem 63,2% de aprovação e as respostas à pergunta estimulada sobre a avaliação da atuação foram: ótima e boa (50,6%) e ruim e péssima (26,3%).

Os números são da Paraná Pesquisas, que entre os dias 16 e 18 de dezembro ouviu 1.520 paranaenses maiores de 16 anos em 165 municípios. A sondagem pelo método PPT – Probabilidade Proporcional ao Tamanho – também avaliou a atuação das administrações municipais, estadual e federal frente à crise do coronavírus.

Em julho, o instituto fez pesquisa semelhante e o comparativo mostra que a aprovação do governo aumentou, de 74,2% foi para 77,2%, e a desaprovação caiu, 20,4% para 18,4%.

Na estratificação da pesquisa atual por idade, a maior aprovação se dá entre os paranaenses com mais de 60 anos (80,7%) e a menor entre os mais jovens, de 16 a 24 anos (72,5%).

Quando ao grau de instrução, os índices de aprovação do governo mais favoráveis são dos paranaenses que se encontram na faixa do ensino fundamental (80,8%) e a maior desaprovação é do grupo com ensino médio (entre os portadores de ensino superior (74,3%). A administração de Ratinho Junior tem melhor aprovação entre as mulheres (78,9%) do que entre os homens (75,2%).

Os pesquisadores perguntaram, por ligações telefônicas presenciais, como os entrevistados avaliam a atuação do governador Ratinho Junior frente à crise provocada pelo vírus Sars-Cov-2. E as respostas ótima e boa somam 56,1%, regular 27%, e ruim e péssima (14,4%). A aprovação da atuação do governo do Paraná neste quesito chega a 71,4%.

Na pesquisa anterior, em julho, os percentuais favoráveis ao governo eram um pouco menores. A aprovação era de 67,6% e desaprovação 27,3%.

Nas estratificações, os índices mais favoráveis ao governo do Paraná se dão entre os paranaenses da faixa etária de 45 a 59 anos (74,2%) e a pior entre os mais jovens, de 16 a 24 anos (62,1%). Quanto ao grau de instrução, a parcela com ensino fundamental é a que mais aprova (74,5%) e com nível superior a menos (69,5%). O grau de confiança da pesquisa é de 95% e a margem de erro de 2,5%.

Prefeitos são bem avaliados

As administrações de 165 municípios do Paraná também foram avaliadas sobre suas atuações frente à crise do coronavírus e, no geral, foram aprovadas por 67,7% dos munícipes e desaprovadas por 28,4%. A Paraná Pesquisa constatou que a maior fatia dos entrevistados, 54,1%, avalia a atuação dos respectivos prefeitos como boa (36,4%) e ótima (17,7%). Ruim e péssimo somam 19,3%.

O comparativo com pesquisa semelhante realizada em julho pelo mesmo instituto mostra que a avaliação dos prefeitos e a aprovação das administrações municipais melhoraram em dezembro. O percentual de pessoas que avaliaram os prefeitos como ótima cresceu de 12,4% para 17,7%. A aprovação saltou de 63,5% para 67,7% e a desaprovação caiu 3,3 pontos porcentuais.

As administrações municipais são mais aprovadas entre os homens (68,4%) que entre as mulheres (67%). Os mais idosos, acima de 60 anos, são os que mais aprovam (73%), já os jovens de 16 a 24 anos são os mais críticos e a aprovação é de 57,9%. Quando o total de entrevistas é separado por grau de instrução, a maior aprovação se dá entre as pessoas com ensino fundamental (71,7%).

Aprovação de Bolsonaro passa de 57,9% a 63,2%

A administração do presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, é avaliada como ótima e boa por 50,6% dos paranaenses e aprovada por 63,2%. A aprovação também melhorou ante a sondagem da Paraná Pesquisas realizada em julho, quando o índice era 57,9% e que passou a 63,2%. O crescimento foi significativo, de 5,3 pontos percentuais.

A maior fatia de aprovação do governo federal, segundo a pesquisa, se dá entre os brasileiros do Paraná de 45 a 59 anos (66,9%), homens (71,5%) e com ensino fundamental (66%). A parcela mais crítica é formada por jovens, dos 16 aos 24 anos, na qual a aprovação da administração federal é de 53%. A maior desaprovação se dá pelos paranaenses que fizeram curso superior (36,8%).

A Paraná Pesquisa também perguntou sobre a atuação de Bolsonaro na crise gerada pelo coronavírus. A aprovação foi de 54,5%, maior que a anterior, de 49,9%. Quanto a avaliação do desempenho do presidente, as respostas ‘ótima’ e ‘boa’ somam 43% e ‘ruim’ e ‘péssima’ 31,4%. Novamente, as mulheres são mais criticas: 47,1% aprovaram, ante a aprovação de 62,7% dos homens.