Prefeitura cancela Maringá Encantada e não vai instalar iluminação natalina

Por: - 8 de dezembro de 2020
Segundo a prefeitura, evento foi cancelado devido ao agravamento da pandemia do coronavírus / Vivian Silva / PMM

A Prefeitura de Maringá decidiu cancelar a realização da Maringá Encantada e informou que não instalará iluminação nas ruas, avenida e praças da cidade como nos últimos anos. Roda gigante, estação de luz e passeios de jardineira não funcionarão. Espaços públicos como o Parque do Japão e a praça da Catedral não serão decorados. A informação foi divulgada em comunicado da assessoria de imprensa do município nesta terça-feira (8/12).

Segundo a prefeitura, o evento foi cancelado devido ao agravamento da pandemia do coronavírus. O município afirmou que, neste momento, os esforços devem ser concentrados no combate da pandemia. “Recursos financeiros e humanos estão alocados para assegurar a infraestrutura necessária para garantir atendimento médico, leitos hospitalares, insumos, medicamentos e aquisição de vacinas”, informou comunicado da prefeitura.

O município disse ainda que a suspensão das atividades natalinas também considera os riscos de contágio ao promover possíveis aglomerações. “Como não há margem segura de prevenção fora dos protocolos de cuidados, como uso de máscara e distanciamento físico, a decisão é convergente com a preocupação de conter a circulação viral para preservar a infraestrutura de saúde e salvar vidas”, afirmou a nota.

No início de novembro, a prefeitura publicou os dois editais de licitação para a Maringá Encantada. O município homologou o resultado dos dois certames, que somam R$ 912,8 mil. As licitações são para decoração, no valor de R$ 173 mil, e iluminação, no valor de R$ 739,8 mil.

No edital para decoração, a prefeitura assinou, em 19 de novembro, contrato de prestação de serviço com a empresa vencedora. Na concorrência para prestação de serviços de iluminação não há contrato assinado. Com a suspensão das festividades, o município informou que os editais devem ser cancelados.

Prefeitura informa que planeja imunizar todos os públicos

Na quarta-feira (8/12), após o governador de São Paulo João Dória (PSDB) anunciar o início da vacinação contra a Covid-19 no Estado em janeiro, o prefeito Ulisses Maia (PSD) disse nas redes sociais que a Prefeitura de Maringá avalia a compra de vacinas. Nesta quinta-feira, a prefeitura, via assessoria de imprensa, também se posicionou sobre o assunto.

Segundo a assessoria, o município acompanha a evolução dos testes clínicos de várias vacinas e aguarda aprovação de algum imunizante pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A prefeitura informou que, assim que a vacina for aprovada e estiver disponível, “vai se apressar em garantir doses suficientes para imunizar toda a população”, independentemente das estratégias dos governos estadual ou federal.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.