Maringá Food Festival fortalece o setor de hambúgueres em meio à pandemia

Por: - 24 de novembro de 2020

Ao apostar na realização de um festival de grande proporções em meio à pandemia da Covid-19, a organização do Maringá Food Festival tinha diversos desafios a superar, como o formato do evento e até questões institucionais como patrocínios e apoios.

Afinal: seria a hora de investir em um projeto grandioso, em um momento de crise sem precedentes? O festival ainda nem começou, mas o barulho que a etapa Hambúrguer do Maringá Food Festival 2020 vem causando mostra que, apesar do coronavírus, o momento é propício para gerar novas oportunidades de negócio no setor.

O MFF acontece entre os dias 26 de novembro e 13 de dezembro. “O festival, nesta edição, reforça muito mais o seu propósito. Se cada um fizer um pouco, a gente consegue fazer coisas grandiosas para todo mundo”, diz o diretor de projetos da Bússola Eventos, Guilherme Oliveira, organizador do Maringá Food Festival.

Nesse sentido, o MFF surge como um grande facilitador, gerando oportunidades para patrocinadores, estabelecimentos participantes e, claro, para o público final.

“O estabelecimento ganha, a gente ganha, os patrocinadores ganham. E, no fim, o público ganha uma experiência incrível. Negócio bom deve ser bom para todos”, reforça Oliveira. A etapa deste ano será exclusivamente no formato delivery e com retirada no balcão, de forma que o público possa provar, votar e ter uma experiência inovadora em sua própria casa.

A Aryzta, líder global no segmento de panificação congelada especializada e a terceira maior empresa de panificação do mundo, viu no MFF a oportunidade perfeita para apresentar seu primeiro evento no Brasil.

“A Aryzta é uma empresa criada para abastecer as cadeias de hamburguerias globais, como McDonalds, Burger King, Outback etc, mas há três anos aplica sua experiência na criação de um portfólio para atender o mercado regional (hamburguerias, restaurantes, cafeterias). O Paraná é uma importante praça para a companhia, com clientes relevantes, e este evento de Maringá veio ao encontro dessa estratégia de se conectar com o público alvo”, diz o gerente de Trade Marketing da Aryzta, Rafael Netto.

De acordo com ele, o pão ainda é considerado um coadjuvante no sanduíche, mas é a peça central para garantir a experiência completa do consumidor da primeira à última mordida. “Queremos que os nossos clientes conheçam nossa marca por entregar o melhor pão para a criação dos seus sanduíches”, completa.

A Aryzta aposta numa participação ativa, focada nas hamburguerias, fornecendo amostras para os chefs degustarem tanto a linha de pães como de sobremesas.

Conhecida nacionalmente por seus produtos de mercearia, principalmente o feijão, a Caldo Bom entrou como parceira no MFF para divulgar a nova linha de hambúrguer vegetariano e vegano, fornecendo a mistura base para que os estabelecimentos participantes possam temperar e moldar o hambúrguer, dando o toque especial da casa.

Pela experiência adquirida nas outras edições do festival, a organização constatou que havia demanda de uma opção vegetariana entre os consumidores que participam do evento.

“Por termos este recall de marca muito forte em feijão, começamos desde 2019 a realizar ativações que mostram nosso extenso portfólio. São mais de 180 produtos para diferentes perfis e momentos de consumo. Começando na extensão da categoria de mercearia básica, com farinhas, cereais e grãos in-natura, pratos e misturas semi-prontas, onde entra o nosso lançamento da linha vegana com hambúrgueres, almôndegas e quibes, buscando maior praticidade nos preparos. É um mercado que apresenta alto potencial de faturamento nos próximos anos, segundo as pesquisas”, explica o diretor de Marketing da Caldo Bom, José Felipe.

Além do pão e do hambúrguer, a batata frita é indispensável em qualquer hamburgueria. Nesse sentido, a Bem Brasil, primeira indústria genuinamente brasileira de batata pré-frita congelada e líder no varejo nacional no segmento, também apostou as fichas no Maringá Food Festival e integra a lista de patrocinadores.

“Acreditamos muito no MFF. Como estamos participando pela primeira vez e a impressão inicial foi a melhor possível, temos a certeza que colheremos ótimos resultados e que a parceria será duradoura”, diz o supervisor de vendas da Bem Brasil, Nilson Martins.

“Nossa participação será importante para o fortalecimento da marca na região. Desejamos que os participantes do evento (hamburguerias) vejam a Bem Brasil como um parceiro, para que possamos estar sempre juntos, pois hambúrguer e batata sempre será uma combinação perfeita.”

Muito conhecida no B2B, ou seja, no comércio de empresa para empresa, a Bem Brasil vê no MFF uma oportunidade de atingir também o consumidor final.

“O público, que vai receber o lanche acompanhado de batatas fritas através MFF em sua casa, vai perceber nosso principal diferencial, que é o sabor, e irá em busca dos nossos cortes de batata diferenciados nos supermercados. Desta forma, acreditamos que o evento nos ajudará a fortalecer a marca Bem Brasil e facilitar o relacionamento no B2C”, diz Martins.

Heinz, Cervejaria Blumenau, Frimesa, Sim Chef Delivery, Picnic Laticínios, Supermercado Cidade Canção, UniClean, De Marchi, Alimentar Equipamentos, Gráfica Boaventura e Ciabel engrossam a lista de patrocinadores, do evento que conta com o apoio da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM), Núcleo Empreender, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Rede de Turismo Regional, Vem Pra Maringá e Maringá Convention & Visitors Bureau.

Fomentando o mercado local

O aporte desses grandes patrocinadores, que tornou possível a realização do evento, aquece o mercado local. Vinte e cinco estabelecimentos toparam o desafio e criaram receitas exclusivas para o festival, que vão disputar os títulos de melhores hambúrgueres de Maringá em duas categorias: popular e profissional.

Realizada em 2018, a primeira edição do festival contou com a participação de 19 restaurantes e alcançou mais de R$ 170 mil em vendas de hambúrgueres especiais. No ano seguinte, a etapa Pizza reuniu 22 pizzarias e movimentou mais de R$ 250 mil.

A fim de ajudar os estabelecimentos, que começam a se reerguer após uma enorme desaceleração por conta da pandemia, a organização do MFF criou mecanismos para incentivar as inscrições.

“Criamos o Mercadinho do MFF, uma forma de os participantes poderem reverter o valor investido na inscrição em compras de produtos fornecidos pelos patrocinadores, a preços mais acessíveis que os praticados por fornecedores. Assim, com o lucro da revenda dos produtos comprados no Mercadinho, eles conseguem até cobrir o custo da inscrição”, explica Lucas Ogawa, sócio do MFF.

“Isso é bom para os patrocinadores, porque gera acesso aos participantes no Food Service, e para o público final, que vai consumir produtos de qualidade”, finaliza.

Outra forma de incentivar os estabelecimentos foi oferecer capacitação. Um pequeno evento exclusivo para participantes, parceiros e patrocinadores foi realizado, para fomentar o networking entre os donos de hamburguerias e fornecedores

Os participantes receberam, também, protocolos de segurança para evitar a disseminação do coronavírus e foram “forçados” a pensar fora da caixa, ao criar receitas exclusivas para delivery.

“Isso é uma vantagem competitiva, uma coisa que não tem volta. Estimulamos que eles entendessem como o mercado está andando”, diz Ogawa. Além disso, antes de colocarem suas criações à prova dos jurados profissionais e amadores, um consultor vai dar sugestões para melhorar a execução de cada receita e alcançar seu potencial máximo.

Burguer Day

Como forma de retribuir para a sociedade tudo que Maringá proporciona para o MFF, uma ação social foi realizada em parceria com as hamburguerias participantes do festival e a Itubaína (fornecedora oficial), e apadrinhada pela Magazine Kampai, que abraçou a causa.

No Burguer Day, foram doados 510 hambúrgueres e 200 litros de Itubaína para as famílias carentes atendidas por entidades como Sopão, Cozinha Solidária, Lar Escola da Criança e Domingo Feliz.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.