Dicas para comprar os melhores carros usados em São Paulo

Por: - 17 de novembro de 2020

Aquelas pessoas que não têm possibilidade de comprar um carro novo, optam por comprar carros usados em São Paulo, para poder reacomodar a vida aos padrões atuais e cuidar muito bem da saúde. O fato de poder evitar viajar de ônibus, por exemplo, dá uma segurança maior, além do conforto de ir para o trabalho ou para qualquer atividade em menos tempo.

Evitar ponto de ônibus e as longas filas de espera é um dos ganhos mais satisfatórios e o fato de ter que enfrentar uma avenida congestionada, dentro do próprio carro se torna algo mais fácil de levar, ouvindo uma música no rádio!

Por isso, muitos consumidores optaram por comprar carros usados em São Paulo, também pelo fato do preço, pois o valor obviamente é bem menor que um carro zerinho!

As vantagens dos carros usados

É muito comum que os consumidores acham que um carro zero é melhor justamente por nunca ter sido usado por ninguém. Mas existem muitas vantagens na escolha de um veículo usado, além do preço mais barato:

● Um carro que já tem os seus quilômetros rodados possui um seguro mais barato. Isso facilita muito as despesas mensais de manutenção. Por outro lado, é muito comum que esses veículos possuem acessórios que foram pagos pelo primeiro dono na hora da compra e que, agora, já formam parte do carro como um todo, e o novo dono não precisa pagar por fora.

● Outro ponto muito importante, é que um carro usado sofre menor desvalorização. Enquanto um carro novo sofre aproximadamente um 20% de desvalorização durante os dois primeiros anos desde que saí da agência para a casa do dono, um carro usado não sofre essa perda que é realmente considerável.

● A documentação de um veículo usado custa bem menos. A transferência de um carro usado é muito mais barata do que o emplacamento de um carro novo.

● Se o carro precisar de consertos, estes são mais baratos; as peças de reposição custam menos e são mais fáceis de encontrar.

Em que coisas prestar atenção na hora de comprar um carro usado?

● Pesquisar na internet os comentários dos usuários da marca e modelo do carro que você pretende comprar. Existem foros onde as pessoas contam os prós e os contras. Desse jeito, você poderá decidir se vale ou não a pena comprar esse carro.

● Desconfiar de um carro que, depois de aberto o capô, está excessivamente limpo e brilhante, porque isso pode significar um motor maquiado. É preferível ver que tudo está ‘normal’, como corresponde num veículo usado e testá-lo na direção.

● Conhecer o carro que pretende comprar à luz do dia, porque será mais fácil observar qualquer detalhe que na iluminação artificial passaria  despercebido. Por outro lado, tentar ir de manhã cedo, para ser a primeira pessoa a ligar o motor. Desse jeito, se houver algum problema, o motor denunciará esse problema fazendo um barulho esquisito.

● Checar os aros, que eles não estejam desgastados e verificar que todos sejam iguais, pois um aro diferente significa que o antigo dono não quis investir na manutenção desse carro. Por outro lado, pneus diferentes provocaram problemas na suspensão. Cuidado!

● Pedir para dirigir o carro e checar, por exemplo, que o pedal do freio não vibre na hora de pisá-lo. Testar também o alinhamento: rodar em uma rua lisa e soltar o volante. O carro deve continuar em linha reta.

● Deixa o motor ligado e não acelere. O motor deveria ser silencioso. Qualquer barulho, por mínimo que seja, pode indicar um problema que precise de um reparo.

● Presta atenção a embreagem que não deve vibrar muito e funcionar sem ter que fazer força.

● Testar todos os botões que você veja no carro: radio, ar condicionado, vidros… Tudo deve funcionar corretamente. Os vidros devem subir e descer sem barulho ou travas. O ar condicionado deve esfriar o interior rapidamente.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.