Entidades têm até 30 de outubro para proporem projetos para a Campanha União Solidária de 2020

Por: - 15 de setembro de 2020
Imagem ilustrativa do Fiat Mobi,, um dos prêmios doado pelas cooperativas para a campanha / car.blog.br

Criada em 2018, a Campanha União Solidária arrecadou R$ 4,8 milhões nas últimas duas edições. Para 2020, o período de inscrição das entidades está perto do fim. Com início no dia 20 de abril, às organizações sem fins lucrativos têm até o dia 30 de outubro para registrarem um projeto.

A expectativa para este ano é arrecadar R$ 6 milhões. A Sicredi União PR/SP e Cocamar fazem a doação dos prêmios e as instituições cadastradas têm até o dia 30 de novembro de 2020 para venderem os cupons que vão arrecadar fundos para os projetos propostos e aprovados pelos coordenadores de cada regional.

O dinheiro da venda fica com as entidades e cada cupom dá direito à participação no sorteio de prêmios que vai ser  realizado em dezembro de 2020. Os prêmios doados pelas cooperativas são um motocicleta Honda CG 160 Start e um Fiat Mobi. As entidades  responsáveis pelos cupons sorteados também vão ser premiadas com uma moto cada.

Das 461 entidades participantes, 60 são de Maringá. A Associação Projeto Família Sopão é uma das organizações sem fins lucrativos que participa da Campanha União Solidária. 

“Na edição de 2019, nosso projeto de arrecadação foi para adequações na estrutura (barracão) cedida pela prefeitura a fim de deixá-la em condições de uso, pra que pudéssemos nos mudar e usufruir. Em 2020, o nosso projeto é voltado para parte de segurança. Precisamos fazer um muro, calçamento e cercas.”, explica Thais Carolina, voluntária da Associação Projeto Família Sopão desde 2015.

A associação, que participou da edição de 2019 e que está presente na campanha de 2020, tem como objetivo o resgate da dignidade humana usando a refeição como forma de abordagem. São 290 marmitas semanais entregues a famílias em situação de vulnerabilidade social e pessoas em situação de rua.

Juntamente com as refeições são feitas as triagens, a fim de acompanhamento com cestas básicas, roupas e calçados e encaminhamento para entidades parceiras para reabilitação de dependência química.

O projeto da Família Sopão, aprovado pelo Lions Clube de Paranavaí Distrito LD6, prevê a ampliação do espaço estrutural para mais atendimentos; proporcionar diretrizes educacionais nas áreas financeiras e psicossociais para que haja autonomia e interação no meio em que vivem

“É de suma importância iniciativas como essa pra que as entidades que  vão ao encontro das deficiências da sociedade e conseguimos chegar onde o poder publico não vai. No geral vemos mais resultados diretos e imediatos em incentivos “privadas” como é o caso da Campanha União Solidária. Precisamos que mais empresas, cooperativas de grande porte e outros de igual influencia impulsionem de maneira menos burocrática tais modelos de ação. Para nós faz toda diferença.”, explica a voluntária.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.