Procon divulga as 15 marcas de álcool em gel reprovadas no teste de teor alcoólico

Por: - 24 de agosto de 2020
As marcas de álcool em gel foram analisadas em laboratório da Universidade Estadual de Maringá (UEM) / Divulgação PMM

O Procon de Maringá informou que foram encaminhadas as notificações para as marcas de álcool em gel que foram reprovadas nos testes de qualidade e rotulagem. Também informou que produtos irregulares vão ser recolhidos dos estabelecimentos.

O resultado divulgado até o momento pelo Procon de Maringá mostrou que entre 32 marcas analisadas, 79% foram reprovadas na rotulagem e 47% no teor alcoólico.

Nesta segunda-feira (24/8), o órgão de defesa do consumidor divulgou os nomes das 15 marcas reprovadas no teste do teor alcoólico.

Segundo o Procon de Maringá, as marcas reprovadas nos testes de teor alcoólico realizados na Universidade Estadual de Maringá (UEM) foram Harina, Lexun´s, Eleva, Lipson, Embelleze, Total Protect, Leclerc, Giovana Baby, Riogel, Linderm, Natural, Lifar, Lola, Salvatore Laevia e Alian.

A preocupação com as divergências no teor alcoólico é o risco provocado aos usuários em relação à prevenção contra o novo coronavírus. Além de notificar as marcas, o Procon de Maringá apresentou os resultados ao Ministério Público e a Vigilância Sanitária para os procedimentos devidos.

As quinze marcas têm dez dias úteis para apresentar defesa para o Procon de Maringá, após a notificação.

Caso o problema persista, o Procon de Maringá pode multar, entre outros procedimentos e sanções. A multa varia entre R$ 720 e R$ 9 milhões. Caso pode resultar até em recolhimento dos produtos e num recall por parte das marcas.

Foram analisadas 32 marcas de álcool em gel vendidas em supermercados, farmácias e outras lojas.

O Maringá Post deixa aberto o espaço para a manifestação das marcas notificadas pelo Procon de Maringá.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.