Polícia Rodoviária Estadual faz apreensão de cabelo e de pássaros na região de Maringá

Por: - 18 de agosto de 2020
Foram apreendidos 26 quilos de cabelo, material avaliado em R$ 130 mil / Divulgação Polícia Rodoviária Estadual

A Polícia Rodoviária Estadual fez duas apreensões inusitadas na noite desta segunda-feira (17/8) nas estradas da região de Maringá. No posto de fiscalização de Cruzeiro do Oeste teve apreensão de cabelo e, em Peabiru, foram encontrados quatro pássaros dentro de uma mochila.

O cabelo apreendido estava dentro de uma caixa, em área destinada a encomendas. O material é de origem estrangeira e foi encaminhado para a Receita Federal. A importação de material humano de outros países é proibida sem a devida autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, os cabelos contrabandeados são vendidos com maior frequência para fazer apliques. A mercadoria tem origem da Índia e China, e, normalmente, chega ao Brasil pelo Paraguai.

Nesta segunda-feira (17/8) a apreensão de cabelo totalizou 26 quilos. O material foi avaliado em cerca de R$ 130 mil. O ônibus e os passageiros foram liberados para seguir viagem e a mercadoria foi encaminhada até o depósito da receita federal de Guaíra.

Os pássaros estavam escondidos dentro de uma mochila no bagageiro do ônibus / Divulgação Polícia Rodoviária Estadual

Em Peabiru, os policiais encontraram pássaros durante abordagem a um ônibus de linha. Os animais estavam dentro de uma gaiola, escondida em uma bolsa preta.

Havia três espécies de azulão e um exemplar da espécie trinca-ferro. Como não havia etiqueta de identificação na bolsa, segundo os policiais, não foi possível identificar o responsável pelo transporte.

Foi realizada a apreensão dos pássaros e os animais foram encaminhados ao Instituto Ambiental do Paraná que vai analisar se faz a soltura ou se leva os pássaros para os cuidados de criadores cadastrados.

Tinha três espécies de azulão e uma de trinca-ferro / Divulgação Polícia Rodoviária Estadual

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.