Sindhotel de Maringá ingressa com mandado de segurança para pedir liberação de eventos com mais de 30 pessoas

Por: - 17 de agosto de 2020
Empresários do setor de eventos fizeram uma carreata pelo centro de Maringá na manhã desta segunda-feira (17/8) / Heverton Silva Machado

O Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares, o Sindhotel de Maringá ingressou com um mandado de segurança coletivo para solicitar a liberação de eventos com mais de 30 pessoas na cidade.

O pedido judicial é para que os empresários do setor possam receber até 50% da capacidade de público de salões de festas e centros de eventos.

Além da ação judicial, os empresários do setor realizaram uma carreata na manhã desta segunda-feira (17/8) para tentar sensibilizar a administração municipal. O pedido é que sejam autorizados eventos com até 200 pessoas.

A queixa dos empresários é que após cinco meses sem quaisquer atividades, no dia 4 de agosto de 2020 o prefeito de Maringá autorizou a retomada das atividades, a partir desta segunda-feira (17/8) com o limite de público de até 30 pessoas por evento e com uma duração máxima de até 3 horas.

Um dos argumentos apresentados pelo Sindhotel de Maringá é que as atividades dos bares, lanchonetes e restaurantes foram liberadas sem limitação de pessoas, dentro do limite de até 50% da capacidade do estabelecimento, e sem limite de tempo para os clientes.

Protesto dos empresários do setor de eventos terminou em frente à Prefeitura de Maringá / Heverton Silva Machado

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.