Escoteiros entregam mais de 2 mil pacotes de bolachas para profissionais da saúde de Maringá

Por: - 8 de maio de 2020
Profissionais da saúde recebem bolachas feitas por grupos de escoteiros em Maringá/ Foto: Arquivo Pessoal

Os grupos de escoteiros Verde Canção, Novo Horizonte e Estrela do Norte, se juntaram para homenagear os profissionais de saúde de Maringá. O grupo de quase 200 jovens resolveu ir para a cozinha e colocar a mão na massa.

Ao todo, os jovens prepararam 2.400 pacotes de biscoitos sequilhos, que foram entregues juntos a uma mensagem de agradecimento.

No total, foram quase 15 dias de produção das bolachinhas. Os trabalhos foram realizados na própria casa dos escoteiros que se juntaram às famílias para homenagear o trabalho de quem está na linha de frente no combate à Covid-19.

“Foi uma sensação muito gratificante a ao mesmo tempo inusitada. Em momento algum pensamos que passaríamos por isso. A necessidade de ser solidário em meio a essa crise toda, principalmente aos profissionais da saúde, tão expostos para salvar vidas”, conta a mãe de um dos lobinhos do projeto, Cassiana Leindecker.

Cassiana é mãe do lobinho Miguel, de apenas 8 anos. O Miguel foi um dos voluntários que com a ajuda da mãe, colocaram a mão na massa.

“Eu que fiz as bolachinhas em formato de circulo. Além disso, fiz dois cartões de agradecimento, foi algo muito legal. No final, fiz um pedacinho a mais de bolacha para mim e comi”, conta Miguel em meio aos risos.

As bolachinhas, que ficaram conhecidas como “Bolachinhas do Bem”, depois de serem feitas por lobinhos, como o Miguel, foram reunidas na sede de cada grupo dos escoteiros. A entrega foi feita no formato de drive-thru, para ninguém descer do carro e ter perigo de se contaminar.

Os jovens pioneiros acima de 18 anos e chefes escoteiros foram os responsáveis por embalar as bolachas em pequenas porções individuais. Com o mapeamento estratégico feito com antecedência, o grupo distribuiu a surpresa em 14 unidades de Saúde de Maringá e região.

“Tivemos um resultado muito bacana, tanto dos grupos escoteiros que se uniram, quanto dos profissionais da saúde que ficaram bem felizes com a entrega das bolachinhas”, conta uma das chefes do grupo de escoteiros, Alethéia Silva.

Alethéia explica que os jovens não entraram nos hospitais, já que de acordo com as normas do grupo isso não é permitido.

Que tal, assim como os escoteiros, fazer suas próprias “Bolachinhas do Bem”?

Se você ficou curioso para provar o sabor das bolachinhas feitas pelo grupo dos escoteiros, faça como Miguel e coloque a mão na massa. Aprenda a receita aqui.

Miguel de apenas 8 anos é um dos lobinhos que ajudaram a fazer os 2.400 pacotes de bolacha/ Foto: Arquivo pessoal

Ingredientes:

1 caixa de leite condensado
4 colheres (sopa) de manteiga amolecida
500 gramas de amido de milho

Modo de preparo:

Coloque numa tigela o leite condensado e a manteiga. Aos poucos, coloque o amido de milho e continue mexendo até formar uma massa uniforme.

O ponto da massa é quando ela não gruda mais nas mãos e está mais firme. Faça bolinhas e coloque numa forma untada e enfarinhada.

Se preferir, achate as bolachinhas com um garfo pra ficar mais bonitinho. Asse em forno pré-aquecido a 180 graus de 10 a 15 minutos.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.