No lugar da tradicional churrascada, Lar Escola de Maringá propõe almoço virtual em família

Por: - 13 de abril de 2020
Churrascada reúne cerca de 700 pessoas presencialmente / Reprodução Facebook Lar Escola de Maringá

No mês de abril, tradicionalmente, o Lar Escola da Criança de Maringá promove a Churrascada Beneficente que reúne cerca de 700 pessoas presencialmente e outras 500 que vão até o local para retirar o almoço. Com o isolamento social, a instituição decidiu propor um novo formato para o encontro: um almoço virtual.

O Almoçando com a Família LEC será em um domingo, no dia 26 de abril. A ideia é que as pessoas organizem o almoço em família, cada um na sua casa, e compartilhem fotos e vídeos nas redes sociais com a #FamíliaLec.

Em contrapartida, o Lar Escola pede que as pessoas escolham um valor e adquiram o convite como forma de doação por meio do site.

Para o pagamento, ninguém precisa sair de casa. É possível doar pelo cartão de crédito ou pelo boleto bancário e efetuar o pagamento pelo aplicativo do banco. Segundo a instituição, o dinheiro arrecadado vai ajudar a custear a folha de pagamento do Lar Escola que perdeu 60% da arrecadação devido ao coronavírus.

Apesar do isolamento social, os atendimentos da instituição são feitos pela internet. O Lar Escola mantém contanto com as famílias por WhatsApp ou em grupos no Instagram em que a entidade compartilha com os pais dicas de atividades que podem ser feitas em casa. Além disso, a instituição faz a entrega de cestas básicas.

O Lar Escola atende por mês mais de 400 crianças e adolescentes de 6 a 15 anos em situação de vulnerabilidade social. As atividades são ofertadas em horário contrário ao turno escolar de cada atendido.

A instituição oferece atividades esportivas, recreativas, culturais, de cidadania e valores. Durante o tempo de permanência na entidade, as crianças e adolescentes recebem almoço e dois lanches ao dia.

O Lar Escola também atende público de 15 e 16 com o programa de formação profissional e oferece curso de corte e custura para maiores de 18 anos. Para assegurar as atividades, a entidade conta com recursos de várias fontes como editais, doações, eventos, bazares beneficentes e o programa Nota Paraná.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.