Aeroporto de Maringá vai operar com apenas um voo semanal aos sábados para São Paulo

Por: - 30 de março de 2020
A companhia área GOL terá um voo semanal, aos sábados, com destino a São Paulo / Reprodução Aeroporto Regional de Maringá

O Aeroporto Regional de Maringá opera sem voos regulares. Apenas a companhia aérea Gol vai ter um voo semanal, aos sábados, com destino ao Aeroporto de Guarulhos em São Paulo. A operação das outras companhias está suspensa em abril. Em média, o Aeroporto de Maringá operava com 14 decolagens por dia.

Segundo superintendente do Aeroporto de Maringá, Fernando Rezende, o fluxo de pessoas no aeroporto está quase zerado. O número de passageiros já tinha caído nas semanas anteriores. De acordo com ele, o aeroporto começou o ano com embarque de até 1,2 mil passageiros por dia, 20% acima de 2019. Nas últimas semanas, o número caiu para cerca de 100 e 120 passageiros.

O aeroporto continua aberto, mas a partir de quarta-feira (1/4) vai funcionar em horário diferenciado, das 6h30 às 18h30. “Vamos atender a aviação executiva e receber os voos durante o dia. À noite, só vamos receber voos em casos de emergência”, informou Rezende.

Segundo o superintendente do aeroporto, as companhias aéreas já sentem os impactos da pandemia do coronavírus e reduziram o número de voos em todo o Brasil. De acordo com ele, a expectativa das companhias é receber algum apoio do governo para superar as dificuldades econômicas.

“Está todo mundo apostando em uma ajuda do governo, como tem sido feito em outros países. A Gol, por exemplo, fazia 840 voos por dia no território nacional e está fazendo 50 com a taxa de ocupação baixa. Mesmo que ela estivesse funcionando, não ia ter passageiro”, afirmou Rezende.

  • Erramos: A versão anterior da reportagem afirmava que o voo semanal de Maringá tinha como destino o Aeroporto de Congonhas. A informação correta é que o voo semanal de Maringá é com destino ao Aeroporto de Guarulhos em São Paulo.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.