Inscrições para portador de diploma cursar nova graduação na UEM vão até terça-feira (10/12)

Por: - 2 de dezembro de 2019
Oportunidades são para formados na UEM e em outras instituições de ensino superior / UEM

Você sabia que portadores de diploma de curso superior de outras instituições podem ingressar na Universidade Estadual de Maringá (UEM)? Quem já é formado na UEM ou em outra instituição pode cursar uma nova habilitação do mesmo curso para complementar a formação acadêmica. Para quem é formado, mas deseja mudar de área, também é possível cursar um nova graduação.

O processo seletivo para cursar nova habilitação é voltado para candidatos formados em cursos de graduação com mais de uma habilidade ou ênfase e que queiram complementar a formação acadêmica. Neste caso, as oportunidades são ofertadas apenas no campus sede da UEM em Maringá.  

O processo seletivo para cursar uma nova graduação é destinado para candidatos formados e que queiram ingressar em um curso diferente. Há oportunidades em Maringá e nos outros campi da UEM. Além disso, quem já tem um diploma de ensino superior também pode cursar uma nova graduação na modalidade EAD.

O diretor de Assuntos Acadêmicos, Rodrigo Junqueira Nunes de Oliveira, explica que a habilitação permite, por exemplo, que formados em licenciatura possam obter bacharelado na área e atuem como profissionais autônomos. De acordo com ele, é uma maneira da universidade contribuir para uma formação mais ampla do aluno. 

“No caso do novo curso, temos vagas de alunos que não ingressam no vestibular, ou que cancelaram ou que nós cancelamos a matrícula por algum motivo. É verificado a sobra de vagas com a coordenação do curso e a gente oferta para as pessoas que têm interesse de participar”, afirma Rodrigo de Oliveira. 

Os interessados têm até terça-feira (10/12) para fazer a solicitação no site da Diretoria de Assuntos Acadêmicos da UEM. A documentação necessária, que está disponível no edital (acesse aqui), deve ser postada pelos Correios até 11 de dezembro.

Segundo Oliveira, o candidato que ingressar na modalidade de habilitação cursa um currículo complementar e conclui o curso em até dois anos. Neste caso, o aluno é considerado como habilitado na área.

Para a nova graduação, o período varia de acordo com as disciplinas já cursadas e não há oferta de vaga no primeiro e último ano do curso. Quem conclui o curso, recebe um novo diploma de graduado. 

Além da oportunidade de realizar uma novo curso superior, a divulgação do processo seletivo no Facebook também chamou atenção.

A página da Diretoria de Assuntos Acadêmicos utilizou um meme de um demônio com uma criança para divulgar o edital. O meme postado viralizou nas redes sociais no ano passado. A imagem foi retirada do filme “Santa Claus”, lançado em 1959, que conta a história da disputa entre o Papai Noel e o diabo.

Segundo o diretor de Assuntos Acadêmicos, a postagem foi feita por um técnico de informática que administra a página. Ele afirma que analisa a possibilidade de substituir a publicação por outro meme. “Ele pode até colocar [outro meme], mas que não tenha nada vinculado a religião, preconceito ou outro tipo de coisa que pode causar um impacto negativo para a instituição”.

Diretoria de Assuntos Acadêmicos utilizou meme para divulgar o processo seletivo / Reprodução

Confira os critérios para participar do processo seletivo

Com exceção do curso de música, em nenhuma das modalidades há aplicação de prova. A seleção é feita por meio da análise da documentação apresentada. Para quem deseja cursar nova habilitação, por exemplo, a prioridade inicial é para candidatos de instituições públicas, depois para candidatos de instituições privadas e por último candidatos de instituições de outros países. 

Após a classificação, será utilizada a maior média aritmética das notas obtidas nos componentes curriculares cursados na instituição de origem. 

Para cursar uma nova graduação, é preciso que o candidato fique atento se há vaga na série em que se enquadra. Para isso, é feito análise das disciplinas cursadas pelo candidato na graduação anterior por meio da avaliação do histórico escolar e dos conteúdos programáticos. Para ingressar no segundo ano, é necessário que os candidatos tenham aproveitamento de, no mínimo, 60% das disciplinas do primeiro ano do curso. 

O diretor de Assuntos Acadêmicos da UEM, Rodrigo Junqueira Nunes de Oliveira, explica que o candidato pode anexar a documentação de todos os cursos que já realizou. Segundo ele, não importa a área do conhecimento, a única exigência é que o candidato seja formado. 

O edital com o resultado das solicitações será publicado em 3 de fevereiro de 2020. O processo seletivo para portador de diploma é aberto uma vez por ano na UEM. Os candidatos aprovados ingressam no início do ano letivo, previsto para começar em 6 de abril de 2020.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.