Aeroporto de Maringá conquista prêmio da Agência Nacional de Aviação Civil

Por: - 8 de novembro de 2019
Gustavo Vieira, um dos idealizadores do projeto, recebe o prêmio em Brasília / Divulgação

O Aeroporto de Maringá conquistou prêmio da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na categoria ′Ações de Inovação′ com o projeto Sistema de Reconhecimento Facial Integrado ao Credenciamento. Gustavo Vieira da Silva, coordenador de Aviation Security do aeroporto, e Murilo Martins, diretor de Operações, receberam o prêmio em Brasília.

“Ideias inovadoras devem ser acatadas e aplicadas”, afirma o superintendente do aeroporto, Fernando Rezende, destacando que resultados positivos sempre são alcançados de forma coletiva.

“A equipe se fortalece com reconhecimento e esse é um bom exemplo de como, unidos, avançamos na conquista de melhorias. É uma evolução constante”, acrescenta.

O projeto premiado estabeleceu critérios mais rígidos de acesso a áreas controladas e sensíveis do aeroporto, na mesma medida em que encontrou solução para não burocratizar o trânsito de funcionários.

O uso de tecnologia faz a integração entre reconhecimento fácil, credenciamento aeroportuário e biometria para liberar o acesso.

“Hoje, temos o monitoramento de entradas e saídas em tempo real e histórico detalhado, de quem acessou, hora, local, se foi negado e quanto tempo a área ficou exposta com a abertura de porta”, explica Gustavo Vieira, um dos idealizadores do projeto, que se trata de uma iniciativa inédita, razão pela qual recebeu prêmio da Anac.

O prêmio na área de segurança reforça o conjunto de ações que já mudou o perfil do aeroporto, cada vez mais moderno e eficiente para garantir atendimento qualificado aos usuários. Investimento de mais de R$ 80 milhões vão redesenhar a estrutura do aeroporto, atualizando equipamentos de orientação a pousos e decolagens, entre outras melhorias.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.