Caneta azul vai eliminar candidatos no Enem. Veja outras restrições e dicas para fazer a prova

Por: - 1 de novembro de 2019
Nada de caneta azul durante a prova do ENEM/ Foto: Divulgação

Se você é um dos 8 mil inscritos para fazer o Enem em Maringá, e está com o hit do momento “caneta azul, azul caneta” na cabeça, é melhor parar por ai. No Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano só é permitida caneta preta, transparente e esferográfica.

Essa não é a unica regra que os participantes do exame precisam saber. Em 2019, as regras ficaram mais rigorosas e necessitam da atenção dos candidatos. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), responsável pela aplicação, listou mais de 30 itens que podem levar à desclassificação.

O rol inclui fazer a prova com caneta que não seja esferográfica, transparente e de tinta preta, emissão de som de equipamento eletrônico mesmo lacrado, entre outros. A medida tem o objetivo de garantir ainda mais segurança ao maior exame de acesso ao ensino superior do país.

O que pode eliminar candidatos no Enem

Cor da caneta

  • realizar a prova com caneta que não seja esferográfica, transparente e de tinta preta.

Alimentação

  • não permitir que o lanche levado seja vistoriado pelo aplicador da sala.

Documentação

  •  prestar declaração falsa ou inexata (em qualquer documento);
  • permanecer no local de provas sem documento de identificação válido.

Dispositivos eletrônicos

  • utilizar qualquer dispositivo eletrônico no local de provas, por exemplo, laptop e celular;
  • entrar na sala de provas com o telefone celular e/ou quaisquer outros equipamentos eletrônicos fora do envelope porta-objetos;
  • não manter aparelhos eletrônicos (celular, tablet, etc) desligados no envelope porta-objetos até a saída definitiva da sala de provas;
  • se o aparelho eletrônico, ainda que dentro do envelope porta-objetos, emitir qualquer tipo de som, como toque de ligação ou alarme;

Local de prova e aplicação

  • perturbar, de qualquer modo, a ordem no local de aplicação das provas;
  • utilizar, ou tentar utilizar, meio fraudulento em benefício próprio ou de terceiros em qualquer etapa do exame;
  • utilizar livros, notas, papéis ou impressos durante a aplicação do exame;
  • sair da sala com o cartão de respostas ou outro material de aplicação  – com exceção para o caderno de questões depois de duas horas do início da prova e se a saída for definitiva;
  • entregar o cartão de respostas ao aplicador e ir embora definitivamente antes de duas horas de aplicação;
  • não aguardar em sala de provas, das 13h às 13h30 (horário de Brasília) para procedimentos de segurança, exceto para a ida ao banheiro acompanhado por um fiscal;
  • recusar-se a ser submetido à revista eletrônica, coleta de dado biométrico e ter seus objetos revistados eletronicamente;
  • iniciar as provas antes das 13h30 (horário de Brasília-DF) ou da autorização do aplicador;
  • usar óculos escuros, boné, chapéu, viseira, gorro ou qualquer acessório que cubra os cabelos ou as orelhas;
  • portar armas de qualquer espécie, exceto para os casos previstos no art. 6º do Estatuto do Desarmamento;
  • receber, de qualquer pessoa, informações referentes ao conteúdo das provas;
  • fazer anotações em outros objetos ou qualquer documento que não seja o cartão de respostas, o caderno de questões, a folha de redação e a folha de rascunho;
  • não manter, debaixo da carteira, o envelope porta-objetos, lacrado e identificado desde o ingresso na sala de provas até a saída definitiva da sala provas.
  • portar, na sala de provas, objetos proibidos pelo edital do Enem, como lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borracha, régua, corretivo, wearable tech, calculadoras, entre outros.

Fiscal

  • não permitir que os artigos religiosos, como burca, quipá e outros sejam revistados;
  • ausentar-se da sala de provas, a partir das 13h (horário de Brasília), sem o acompanhamento de um fiscal;
  • comunicar-se verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma, com qualquer pessoa que não seja o aplicador ou o fiscal, a partir das 13h (horário de Brasília);
  • fazer anotações no caderno de questões, no cartão-resposta, na folha de redação, na folha de rascunho e/ou demais documentos do exame, antes do início das provas;
  • descumprir as orientações da equipe de aplicação;
  • não entregar ao aplicador, ao terminar as provas, o cartão-resposta, a folha de redação e a folha de rascunho;
  • não entregar ao aplicador o caderno de questões, exceto se deixar em definitivo a sala de provas nos 30 minutos que antecedem o término das provas;
  • recusar-se a entregar ao aplicador o cartão-resposta e a folha de redação após 5h30 de provas, do primeiro dia, e 5h de provas, do segundo, salvo nas salas com tempo adicional ou com videoprova na Língua Brasileira de Sinais (Libras);
  • não permitir que os materiais próprios, como máquina Perkins, reglete, punção, sorobã ou cubaritmo, caneta de ponta grossa, assinador, régua, óculos especiais, lupa, telelupa, luminária e/ou tábuas de apoio sejam revistados.

Confira quatro dicas para o dia da prova

Administre bem o tempo

Vale lembrar que no Enem um dos grandes vilões é o tempo de prova. No primeiro dia (3/11), os alunos terão cinco horas e meia para resolver 90 questões e para escrever a redação. Por isso dê preferencia a questões mais curtas e de tirinhas, assim você ganha tempo para questões mais extensas e que precisem de grande leitura.

Revise os critérios da redação

Na redação do ENEM são avaliados cinco critérios com o mesmo peso: domínio da língua portuguesa escrita; compreensão da proposta de redação e o repertório pessoal que o candidato traz para a discussão; seleção e organização das informações e defesa de uma opinião bem definida; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para construir a argumentação, demonstrando coesão; e elaboração de uma proposta de intervenção para o problema abordado.

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:

Então procure mostrar sua opinião o mais cedo possível durante o texto e procure evitar propostas de intervenções radicais e com posicionamento político.

Olho nos portões!

Muitos participantes do ENEM acabam entrando no seleto grupo de “memes do ENEM”. Esses candidatos geralmente chegam atrasados e não conseguem passar do portão de provas. Então, consulte a página do Participante e veja o local de prova com antecedência. Faça o trajeto e calcule o tempo gasto para chegar. Lembre-se, os portões abrem às 12h e fecham às 13h de acordo com o horário oficial de Brasília.

Alimentação

É muito importante que o aluno esteja bem alimentado na hora de fazer a prova. Por isso, evite alimentos que você não come no dia-a-dia antes e durante a prova.Não faça jejum e mantenha-se hidratado.

Vale lembrar que o excesso de cafeina misturado com ansiedade pode causar azia, refluxo e desconforto abdominal, por isso evite alimentos ricos em cafeina e leve lanches leves para o local de prova.

Um exemplo bastante utilizado é a barrinha de cereal (vale levar em um potinho e tirar do plastico. Ninguém merece aquele barulho chato em um momento de concentração).

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.