Matrículas para escolas estaduais do Paraná são abertas. É possível fazer tudo pela internet. Saiba mais

Por: - 19 de outubro de 2019
Matrículas na rede estadual também vão ser feitas pela internet / Hedeson Alves/SEED

As matrículas para as escolas estaduais do Paraná começam nesta segunda-feira (21/10). Pela primeira vez, o procedimento de renovação e de novas matrículas também vai ser disponibilizado pela internet, por meio do sistema de matrículas online desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte.

O processo envolve os estudantes que vão cursar do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e do 1º ao 3º ou 4º ano do ensino médio. O prazo termina no dia 1 de novembro. Os pais e estudantes que preferirem, também podem optar por realizar o pedido da nova matrícula ou a rematrícula diretamente nas secretarias das escolas.

O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, explica que a ferramenta online reflete um dos objetivos da atual gestão, de inserir cada vez mais tecnologia no cotidiano dos estudantes.

“É uma inovação do Governo do Paraná. Desenvolvemos esse sistema pensando em como agilizar o processo e facilitar a vida dos pais ou responsáveis. Pela internet, não é necessário encarar fila. Além disso, se o estudante continuar na mesma escola, basta confirmar a vaga. Se quiser trocar de escola, pode indicar até três escolas como opções”, explica.

Para os jovens já matriculados em escolas estaduais e que desejam dar continuidade aos estudos na rede pública, basta acessar este link e confirmar a vaga na instituição de ensino em que o estudante já está matriculado.

Se os pais ou responsáveis desejarem tentar uma vaga em outra instituição de ensino, é possível fazer a indicação de até três escolas e aguardar o resultado da solicitação. O resultado vai ser divulgado no início de dezembro.

Em relação à matrícula online dos novos estudantes, provenientes do quinto e nono anos das redes municipal e estadual de ensino, e que vão ingressar no 6º ano do ensino fundamental ou 1º ano do ensino médio, o pai ou responsável precisa acessar o sistema e confirmar a matrícula na instituição de ensino sugerida pela Secretaria conforme georreferenciamento. A sugestão pré-estabelecida é da escola mais próxima do endereço residencial do aluno.

Caso haja preferência por uma escola diferente da sugerida, o pai ou responsável pode indicar até três instituições em que desejem tentar uma vaga e aguardar o resultado da solicitação.

É o responsável pelo estudante, ou o estudante maior de 18 anos, que precisa acessar a plataforma. É necessário fornecer CPF e número de celular, para o qual será enviado um código de validação via SMS. Uma vez com acesso à Área do Aluno, o responsável tem que clicar em “Matrícula Online”, para dar continuidade ao processo.

A partir do dia 1° de dezembro vai ficar disponível no sistema o resultado do atendimento da escolha da escola de preferência. Caso o aluno não consiga a vaga na instituição de ensino de preferência, vai ter a vaga garantida na instituição de ensino estadual onde está matriculado ou na instituição indicada pela Secretaria.

A última etapa do processo é presencial e consiste na entrega dos documentos necessários para efetivar a matrícula. O procedimento vai ser realizado em janeiro, de acordo com o calendário estipulado por cada escola.

Os documentos são certidão de nascimento, certidão de casamento ou RG, comprovante de residência e fatura da concessionária de energia atualizada, histórico escolar ou declaração de escolaridade da escola de origem ou declaração de escolaridade emitida pelo Sistema Estadual de Registro Escolar (Sere) e a declaração de vacinação.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.