Feira de Ciências Júnior da PUCPR premia melhores iniciativas em pesquisa científica em Maringá

Por: - 30 de setembro de 2019
II Feira de Ciências Júnior no câmpus da PUC Maringá / Divulgação

A Pontifícia Universidade Católica (PUCPR) câmpus Maringá realiza nesta terça e quarta a Feira de Ciências Júnior, evento em que os estudantes de todo município são incentivados a se envolver em pesquisas voltadas para desafios contemporâneos.

Foram pré-selecionados trabalhos de estudantes dos níveis Fundamental II, Médio e Ensino Técnico. São ideias criativas que estimulam o desenvolvimento científico e tecnológico, o trabalho em equipe, a resolução de problemas e a inovação, além de fortalecer a pesquisa científica.

A mostra de 2019 vai premiar os melhores trabalhos em quatro categorias: Ensino Médio e Técnico (1º ano); Ensino Médio e Técnico; Ensino Fundamental II e Mostra Paralela.

Vão participar 30 projetos de pesquisa científica, 78 estudantes e 30 professores de colégios públicos e privados.

“O objetivo é difundir conhecimentos científicos para tornar possível a discussão e problematização de questões presentes no interior de todas as áreas do conhecimento. Além disso, a Feira traz informações relevantes para o desenvolvimento sociocultural e ético, abrindo perspectivas de novos estudos e pesquisas”, avalia o coordenador da III Feira de Ciências Júnior da PUCPR Câmpus Maringá, Fábio Inácio Pereira.

A programação vai ser aberta com uma apresentação cultural a partir das 8 horas desta terça-feira (1/10) e duas mesas redondas: “Diálogo com Jovens Pesquisadores” e “Óticas femininas, o poder transformador da pesquisa”.

A premiação acontece na tarde de quarta-feira (2/10). O evento é aberto ao público e as visitas são abertas das 9 horas às 16h30, no câmpus da PUC Maringá. Mais informações sobre o evento podem ser acessadas aqui na página oficial.

E tem Feira de Economia Solidária na UEM

Nesta terça-feira (1/10) e quarta-feira (2/10) tem a 5ª Edição da Feira de Economia Solidária na Universidade Estadual de Maringá (UEM). O funcionamento é das 9h às 18h, no estacionamento ao lado do Restaurante Universitário (RU). A entrada é livre.

O objetivo da feira é a produção e comercialização cooperada, a autogestão e o consumo solidário. As exposições presentes contam com a valorização destes princípios. E, além disso, ocorrem exposições artísticas, visuais e intervenções e apresentações culturais.

A feira é organizada pela Fundação Interuniversitária de Estudos e Pesquisas sobre o Trabalho (Unitrabalho) e desenvolvida pelo projeto Quitutes e Belezuras – A Identidade Cultural Regional refletida na Alimentação e Artesanato, juntamente com o 2º Colóquio Internacional sobre Sartre, que ocorre de 30 de setembro e 2 de outubro.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.