Manobras irregulares provocaram mortes das enfermeiras Cristiane e Pollyana. Vídeos comprovam erros

Por: - 14 de setembro de 2019
Cristiane e Pollyana morreram após erros de motoristas no trânsito de Maringá / Montagem com arquivos pessoais

Cristiane caminhava com tranquilidade pela faixa de pedestres. Pollyana voltava para casa após a jornada de trabalho na maternidade. Duas vidas que se perderam no trânsito de Maringá. Um motorista invadiu o canteiro central e atingiu Critiane. Outro condutor mudou de faixa sem sinalizar e fechou a motocicleta de Pollyana.

Duas manobras irregulares que provocaram as mortes das enfermeiras Cristiane e Pollyana. Os dois acidentes foram flagrados por câmeras de segurança e comprovam os erros dos motoristas.

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:

Duas enfermeiras e mães morreram. Cristiane tinha dois filhos e Pollyana, uma menina de apenas um ano.

Os dois motoristas chegaram a ser presos. Nos dois casos, pagaram fiança de R$ 10 mil e vão responder em liberdade. Os vídeos foram incluídos nos inquéritos e os dois condutores vão responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Edson Raymundo, 66 anos, conseguiu a liberdade poucas horas depois de ser preso. Ele deixou o local do acidente na Avenida Itororó, que tirou a vida de Pollyana, foi localizado, admitiu que havia bebido e foi detido.

Vinícius de Maria e Silva, 35 anos, chegou a ficar três dias preso após ser detido no local do acidente, na Avenida Rio Branco, que tirou a vida de Cristiane. Foi solto após o juiz arbitrar a fiança em audiência de custódia.

Cristiane Luzia da Fonseca Dias, tinha 37 anos, e começaria a trabalhar em um hospital. Pollyana Chimirri, tinha 30 anos, e tinha acabado de sair do trabalho em um hospital.

As duas chegaram a ser levadas para o pronto-socorro, após os acidentes, mas morreram. Duas histórias de vida que terminaram no trânsito.

O acidente que tirou a vida de Cristiane aconteceu na Avenida Rio Branco, na manhã de sexta-feira (23/8). Veja abaixo o flagrante registrado por uma câmera de segurança.

O acidente que tirou a vida de Pollyana aconteceu na Avenida Itororó, nos primeiros minutos da sexta-feira (13/9). Veja abaixo o flagrante registrado por uma câmera de segurança.

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.