Prefeitura de Maringá vai investir R$ 4,6 milhões na pista emborrachada do Parque do Ingá. Edital é publicado

Por: - 27 de agosto de 2019
Projeção de como vai ficar a pista emborrachada do Parque do Ingá / Divulgação PMM

O edital de licitação para a construção de uma pista emborrachada no Parque do Ingá foi publicado nesta terça-feira (27/8). A Prefeitura de Maringá está disposta a investir até R$ 4,6 milhões na obra. O objetivo é garantir um pavimento de qualidade para a prática de atividades físicas e, ao mesmo tempo, ampliar a permeabilidade no entorno da reserva.

Devido à falta de chuvas, parte das nascentes do Parque do Ingá secaram e o nível de água dos lagos abaixou. Alguns lagos menores chegaram, inclusive, a secar.

Além da futura pista emborrachada ser permeável, vão ser mantidas as áreas de vegetação rasteira junto ao alambrado, o que além de favorecer a absorção da água das chuvas, vai garantir a possibilidade de uso para a higiene de animais domésticos no local.

A pista atual, no entorno da reserva, vai ser totalmente demolida. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), que fez o projeto, a pista emborrachada do Parque do Ingá vai ser semelhante a usada em pistas de atletismo, o que reduz o impacto para as práticas de corrida e caminhada.

A área ao redor do parque tem cerca de 3 mil metros de extensão e as obras vão ser feitas numa faixa de 17,8 mil m². O projeto contempla os deficientes visuais. Em toda a pista, vai haver sinalização tátil no chão. A intervenção também inclui a substituição e adequação das rampas de acesso para os cadeirantes.

Em alguns pontos no entorno do parque, vão ser criadas áreas de descanso, com bancos, bebedouros e lixeiras. Na Avenida São Paulo, vão ser criados espaços para a instalação dos carrinhos de sucos e lanches, o que vai evitar o conflito de clientes com as pessoas que vão praticar atividades esportivas.

A obra também vai exigir a substituição de todas as bocas de lobo, para evitar quaisquer interferências na instalação do piso emborrachado. De acordo com a Semob, o projeto teria características inéditas no Brasil.

Para quem usa a pista à noite, o projeto inclui iluminação em LED. Para evitar obstáculos, as bases dos postes vão ser colocadas junto ao alambrado.

As propostas da empresas interessadas em fazer a obra precisam ser protocoladas até o dia 30 de setembro, quando vão ser abertos os envelopes da concorrência pública. A partir da assinatura da ordem de serviço, o prazo de execução vai ser de 240 dias.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.