Congresso de Educação e Cidadania começa nesta sexta-feira em Maringá. Viviane Mosé é uma das palestrantes

Por: - 22 de agosto de 2019
Doutora e mestre em Filosofia, Viviane Mosé / Divulgação

Nesta sexta-feira (23/8) e sábado (24/8), o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Noroeste do Paraná (Sinepe/NOPR) realiza o XXII Congresso de Educação e Cidadania no Teatro e Colégio Marista de Maringá.

O tema é “Na Educação Desafios são Oportunidades”. O evento vai reunir cerca de 2,2 mil pessoas e vai contar com palestras, oficinas e estandes de instituições que atuam na área da educação. Também vão ser realizadas apresentações artísticas do Grupo Coral Ébano e de alunos do Colégio Marista.

A abertura oficial do ocorre na sexta-feira, às 19h50. Em seguida, o mestre em Psicologia Educacional e do Desenvolvimento Humano da Universidade de São Paulo, Léo Fraiman, vai abordar o tema “A Síndrome do Imperador. Pais + Professores Educam melhor”. Fraiman é colunista do portal UOL Educação, consultor da Rádio Jovem Pan e autor de 20 livros.

Educar na turbulência

No sábado, às 8h15, Ricardo Mariz, doutor em Sociologia, abordará o tema “Educar na Turbulência: uma análise das possibilidades da ação educativa”.

Mariz coordena a área de Missão e Gestão da UMBRASIL, é reitor “pro tempore” da Universidade Católica de Brasília e autor do livro “Se minha mesa falasse: uma análise sobre a força do cotidiano na prática pedagógica”.

Competência socioemocional

Depois de Mariz, a professora e doutora em Biologia Comparada pela UEM, Larissa Oliveira Bianchi, abordará o tema “Cérebro e a Competência Socioemocional”.

Larisa possui graduação em Ciências Biológicas pela UEM e é mestre em Anatomia pela Universidade de São Paulo.

BNCC

Na tarde do sábado, a partir das 14 horas, serão realizadas três oficinas. Lélia Leal Bariani falará sobre a “Implantação da BNCC com os referenciais Curriculares do Paraná: como fazer seu planejamento para 2020”.

Lélia é graduada em História pela UEM, possui 30 anos de atuação na educação e é da comissão de organização do Congresso de Educação e Cidadania.

Medicalização das dificuldades para aprender

Outra oficina será ministrada pela doutora em Educação Escolar, Maria Carolina Lolli, que abordará o tema “Para que remédio? Uma conversa sobre medicalização das dificuldades para aprender”.

Maria Carolina possui especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela UEM e Neuro-psicopedagogia e graduação em Farmácia com habilitação em análises clínicas.

Saúde no trabalho docente

A professora Maria José Quina Galdino, Doutora em Enfermagem pela UEM, ministrará a oficina “Saúde no Trabalho Docente”.

Maria José é chefe da Divisão de Segurança e Saúde Ocupacional da Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná) e pesquisadora da área de Saúde do Trabalhador, sobretudo saúde mental e trabalho.

A era da conexão, com Viviane Mosé

O encerramento do Congresso de Educação e Cidadania será às 16 horas do sábado com a palestra “A era da conexão e as reconfigurações na educação”.

A palestrante é Viviane Mosé, doutora e mestre em Filosofia, especialista em Elaboração e Implementação de Políticas Públicas, Psicóloga e Psicanalista.

  • As inscrições para o evento estão esgotadas.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.