IBGE vai contratar cerca de 840 temporários em Maringá e região para o Censo Demográfico de 2020

Por: - 13 de agosto de 2019
As vagas são para três cargos: coordenador, supervisor e recenseador / Reprodução UOL

Para a realização do Censo Demográfico de 2020, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai contratar 840 temporários para atuar em Maringá e outros 15 municípios da região.

As vagas são para os cargos de coordenador, supervisor e recenseador. O processo seletivo vai ser feito em três etapas e a primeira é prevista para começar no próximo mês.

O coordenador regional do Censo, Sérgio Ricardo Braga da Silva, explicou que os coordenadores vão ser os primeiros contratados. A expectativa é que o edital com as orientações do processo seletivo para o cargo seja publicado no mês de setembro.

Como o edital ainda não foi publicado, não há estimativa de salário. Para a função vai ser exigido Ensino Superior e a previsão é que sejam contratados quatro coordenadores.

“Eles vão fazer o trabalho de coordenação do censo na região, gerenciamento dos postos de coleta, contato com as entidades e com a sociedade”, afirmou Sérgio da Silva. O cargo prevê período de contratação maior do que as outras funções e o contrato deve ter duração de um ano, entre janeiro e dezembro de 2020.

O segundo processo seletivo para contratar temporários para a função de supervisor deve ser aberto entre janeiro e fevereiro do próximo ano. A estimativa é que os selecionados comecem a trabalhar a partir de abril e fiquem contratados até o final do ano.

Ainda não há previsão do número de vagas exato para função ou salário, mas deve ser exigido ensino médio para a função.

Os recenseadores, que são responsáveis pelas coletas nos domicílios, devem representar o maior número das vagas. A expectativa é que o edital seja publicado entre abril e maio de 2020. Os selecionados trabalham apenas durante a coleta do Censo, prevista para ocorrer de agosto até outubro do próximo ano.

O recenseador não tem salário fixo e ganha por domicílio visitado e pelo número de pessoas que moram na casa. Se o edital seguir o modelo do último Censo, deve ser exigido apenas Ensino Fundamental para função.

Segundo o coordenador regional do Censo, Sérgio Ricardo Braga da Silva, as provas de seleção serão objetivas e o nível de complexidade varia de acordo com o cargo. As questões devem abordar conhecimentos gerais e, dependendo da função, conteúdos específicos que serão informados no edital.

Os dados do Censo Demográfico devem ser divulgados até 2023. Sérgio da Silva reforça que essa é uma oportunidade de ter acesso a informações completas sobre o país.

“O Censo Demográfico vai em todas as casas, diferente de outras pesquisas amostrais. Essas informações podem ser utilizadas por gestores e até pessoas que querem abrir negócios, acadêmicos e toda a sociedade”.

Tenha acesso liberado ao melhor jornalismo da cidade. Assine o Maringá Post e fique bem informado. Saiba mais aqui.