Doze postos de saúde de Maringá vão estender horário até as 19h. Na UBS Morangueira começa na segunda (15/7)

Por: - 11 de julho de 2019
Doze Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Maringá vão passar a atender até às 19h / PMM

Doze postos de saúde de Maringá, que atualmente funcionam até as 17h, vão passar a atender até as 19h de segunda a sexta-feira. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que vão estender os horários são Alvorada I, Cidade Alta, Alvorada III, Guaiapó/Requião, Morangueira, Iguaçu, Ney Braga, Iguatemi, Pinheiros, Mandacaru, Quebec e Tuiuti.

A UBS Morangueira vai ser a primeira a ter o horário alterado. Vai começar a atender até as 19 horas a partir de segunda-feira (15/7).

A mudança faz parte do programa “Saúde na Hora”, criado pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde. O objetivo é diminuir o volume de pacientes nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) das cidades, fornecendo serviços básicos, de atenção primária, como vacinação, consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, e outros procedimentos, por um período maior.

Quando há necessidade de atendimento emergencial, o paciente é encaminhado para a UPA mais próxima.

Para aderir ao Saúde na Hora, a UBS precisa ter três ou mais equipes do Programa Saúde da Família (PSF), que é composta por uma equipe multiprofissional que possui, no mínimo, médico generalista ou especialista em saúde da família ou médico de família e comunidade, enfermeiro generalista ou especialista em saúde da família, auxiliar ou técnico de enfermagem e agentes comunitários de saúde (ACS).

“Das 34 UBSs de Maringá, doze têm três ou mais equipes da Saúde da Família, ou seja, preenchem o critério para fazer a adesão ao programa junto ao Ministério da Saúde. O município pode ou não aderir. Nós fizemos essa decisão porque achamos importante ampliar o acesso da população e diminuir o volume de pacientes nas UPAs”, explica o secretário de Saúde de Maringá, Jair Biatto.

De acordo com ele, a Secretaria de Saúde de Maringá já fez a adesão ao programa no Ministério da Saúde, e a medida deve ser implantada progressivamente nas doze unidades nos próximos meses. 

“Esperamos que nos próximos meses todas as doze unidades estejam trabalhando das 7h às 19h. Não é só ampliar o horário, é mudar o processo de trabalho da unidade, para que nessas doze horas a população tenha atendimento da vacina, consultas, acolhimento, farmácia, e todos os serviços que a unidade presta. Para isso, servidores vão ter que mudar seus horários de trabalho”, conta.

Mais de 600 servidores desempenham atividades de saúde nos postos do município. Segundo Biatto, não vai ser necessário contratar mais profissionais para as doze UBSs por conta da alteração no horário de funcionamento, porque “as contratações já estavam acontecendo há alguns meses”. 

As UBSs Quebec e Zona Sul já possuem um horário diferenciado: das 7h às 21h. “Foi escolhida uma UBS em cada região da cidade – Zona Norte e Zona Sul -, para implantar o horário estendido e atendermos, principalmente, o trabalhador que não consegue ir na unidade do horário normal”, conta o secretário de Saúde.

Tenha acesso liberado ao melhor jornalismo da cidade. Assine o Maringá Post e fique bem informado. Saiba mais aqui.