Confira o ranking com os melhores e piores resultados dos colégios particulares e estaduais de Maringá no Enem 2018

Por: - 9 de julho de 2019
Os 16 colégios de Maringá que tiveram o melhor desempenho no Enem 2018, com pelo menos dez participantes, são particulares / Divulgação

No total, 39 instituições de ensino de Maringá, entre privadas e estaduais, tiveram pelo menos dez alunos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem 2018. A instituição de ensino de Maringá que teve o melhor desempenho foi o Colégio Tesla, onde a média com redação foi de 650,75. O Tesla, que é particular, ocupa a posição 910 no ranking nacional, segundo a Evolucional, startup de educação. Cerca de 30 alunos do Tesla fizeram a prova no ano passado. 

O segundo colocado em Maringá foi o Colégio Integral com a nota 642,22, ocupando a posição 1.190 entre todas as instituições do Brasil. Na sequência, está o Colégio Marista, com 632,99 de média com redação, ocupando a posição 1.509 no ranking nacional.

Em quarto, aparece o Colégio Platão, com a nota 631,99 e na posição 1.558 em todo o Brasil. E, em quinto, o Colégio Santa Cruz, onde a média com redação foi de 613,88 e a posição nacional foi 2.290.

Os 16 colégios de Maringá que tiveram o melhor desempenho no Enem 2018, com pelo menos dez participantes, são particulares. O colégio estadual que obteve a melhor nota foi o João de Faria Pioli, em que a média com redação foi 551,08, ocupando a posição 17 no município. No ranking nacional, a instituição ficou na posição 6.105.

O Colégio Tesla, instituição de ensino que obteve o melhor resultado no Enem 2018, foi fundado em 2010, com a proposta de oferecer apenas cursinho pré-vestibular. Em 2016, passou a trabalhar também com os três anos do Ensino Médio.

Na primeira e segunda série, o foco é o Processo de Avaliação Seriada (PAS) da Universidade Estadual de Maringá (UEM). No terceiro ano, a instituição utiliza outra metodologia e material, que contempla outras provas como a do Enem e os vestibulares da UEM, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Universidade Federal do Paraná (UFPR) e outros.

Para o diretor administrativo do Colégio Tesla, Ricardo Blini, as instituições de ensino de Maringá são fortes, porém, são mais focadas em preparar seus alunos para o vestibular da UEM.

“Os colégios de Maringá precisam preparar os alunos para o PAS, que é uma prova somatória da UEM. Quando chega no terceiro ano do Ensino Médio, quem ainda tem chance no PAS, continua estudando para ele, quem não tem, volta os olhares para o Enem, mas aí tem que mudar toda a cabeça do aluno, e isso dificulta o processo para o Enem. Ou seja, o Enem ainda não é um realidade para o estudante de Maringá, mas na região Nordeste, ou no Rio de Janeiro, é diferente”, acrescenta Blini. 

Na primeira e segunda série, os alunos do Tesla vêem todo o conteúdo do Ensino Médio, e no terceiro ano, revisam tudo de novo. “Nosso terceirão tem o mesmo conteúdo do extensivo. Além disso, nós forçamos um pouco mais com uma carga horário maior e temos monitorias todos os dias à tarde, onde os professores ficam a disposição para tirar dúvidas”, explica Blini. 

Segundo ele, fazer simulados frequentemente faz o aluno avançar e conhecer cada tipo de prova. “Aplicamos simulados todo mês, porque cada prova tem um estilo de cobrar o mesmo conteúdo. Ou seja, o conteúdo é um só, mas as provas apresentam linguagem diferentes, e o aluno habituado a fazer simulados não vai se surpreender com a prova. Nossos alunos sempre fazem simulado do Enem, que também tem uma linguagem própria e um estilo muito interpretativo, peculiar dele”, ressalta. 

A instituição de ensino de Maringá que teve a nota mais baixa no Enem de 2018 foi o Colégio Estadual Santa Maria Goretti, que alcançou 475,13 de média com redação e ficou na posição 18.644 no ranking nacional. A redação do Maringá Post tentou contato com a direção do colégio, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Ranking* de Maringá no Enem 2018

  1. Colégio Tesla – 650,75
  2. Integral – 642,22
  3. Colégio Marista de Maringá – 632,99
  4. Colégio Platão – 631,99
  5. Colégio Santa Cruz – 613,88
  6. Bosco de Maringá – 613,19
  7. Colégio Regina Mundi – 611,17
  8. Colégio Axia – 611,03
  9. Colégio Santo Inácio – 600,05
  10. Colégio Nobel – 599,41
  11. Colégio Cristão Integrado de Maringá – 589,89
  12. Colégio Adventista – 582,69
  13. Colégio Nobel do Novo Centro – 581,95
  14. Colégio Objetivo – 581,19
  15. Anglo Maringá – 577,10
  16. Colégio São Francisco Xavier – 570,45
  17. Colégio Estadual João de Faria Pioli – 551,08
  18. Instituto de Educação de Maringá – 549,57
  19. Colégio Estadual Gastão Vidigal – 547,67
  20. Colégio Estadual Alberto Jackson Byington Junior – 545,06
  21. Colégio Estadual Adaile Maria Leite – 541,95
  22. Colégio Branca da Mota Fernandes – 540,78
  23. Colégio Estadual Silvio Magalhães Barros – 537,34
  24. Colégio Estadual Juscelino Kubitschek de Oliveira – 537,12
  25. Colégio Estadual Presidente Kennedy – 535,33
  26. Colégio Sesi Paraná – 533,36
  27. Aplicação Pedagógica da Universidade Estadual de Maringá (UEM) – 532,74
  28. Colégio Estadual Duque de Caxias – 531,72
  29. Colégio Theobaldo M Santos – 527,16
  30. Colégio João XXIII – 522,94
  31. Colégio Unidade Polo – 518,04
  32. Colégio Estadual Tomaz Edson de Andrade Vieira – 514,62
  33. Colégio Estadual Alfredo Moises Maluf – 508,24
  34. Colégio Estadual Tancredo Neves – 506,37
  35. Colégio Rui Barbosa – 501,62
  36. Colégio Estadual Rodrigues Alves – 500,88
  37. Colégio Estadual Tânia Varella Ferreira – 492,22
  38. Ceebja Prof Manoel Rodrigues Silva – 492,09
  39. Colégio Estadual Santa Maria Goretti – 475,13

(*Instituições de ensino que tiveram pelo menos dez alunos participantes do Enem 2018. A média leva em consideração a nota da redação)

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.