Maringá cai 11 posições e ocupa a 18ª colocação nacional no ranking de acesso ao saneamento básico da Abes

Por: - 17 de junho de 2019
Estação de Tratamento de Água (ETA) está paralisada desde às 13 horas / Divulgação

Maringá caiu 11 posições no ranking de acesso ao saneamento básico divulgado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental (Abes). Neste ano, a cidade ocupa a 18ª posição entre os municípios de grande porte no Brasil e a 5ª no Paraná no ranking que mede o quão próximo os municípios estão da universalização do saneamento. Em 2018, o município ocupava a sétima posição em nível nacional e a terceira no Estado.

A cidade ainda continua entre os municípios classificados com a maior pontuação na categoria rumo à universalização. Da pontuação máxima de 500 pontos, Maringá obteve 497,29, menor pontuação se comparada aos 498,18 pontos atingidos no ano passado.

No Paraná, Curitiba (499,99) e Cascavel (498,81) continuam a frente de Maringá. Quem passou o município no ranking foi Cambé (497,48) e Londrina (497,37). No Brasil, quem lidera o ranking de cidades de grande porte rumo à universalização são Piracicaba (SP), Rio Claro (SP) e São Caetano do Sul (SP) com pontuação máxima.

A pontuação é a soma da nota obtida nos cinco indicadores avaliados pela Abes: abastecimento de água, coleta de esgoto, tratamento de esgoto, coleta de resíduos sólidos e destinação adequada de resíduos sólidos. O ranking 2019 foi elaborado com dados de 2017, por causa da defasagem de dois anos entre a coleta e a divulgação pelo Ministério das Cidades.

Entre os indicadores, Maringá obteve 100 pontos em tratamento de esgoto e destinação adequada de resíduos sólidos, o mesmo resultado do ranking divulgado no ano passado. Em abastecimento de água, a cidade ficou com 99,99, também a mesma pontuação de 2018.

Comparando com o ranking divulgado no ano passado, a cidade registrou nota mais baixa na coleta de esgoto, em que a pontuação caiu de 99,99 para 99,98 pontos neste ano. Maringá também obteve pontuação menor na coleta de resíduos sólidos, em que caiu de 98,20 para 97,32 pontos.

O levantamento também faz uma relação entre a pontuação total alcançada pelos municípios e a taxa de internação por doenças relacionadas ao saneamento básico inadequado. Na média geral, a taxa de internações por causa dessas doenças em municípios rumo à universalização ficou em 20,19. Em Maringá, esse índice é de 17, menor do que o registrado no ano passado, que era 25,56.

Entre as novidades desse ano, a Abes também inclui no ranking, a partir de dados do IBGE, a situação dos municípios em relação à elaboração do Plano de Saneamento Básico. Segundo o ranking, Maringá e outros municípios do Paraná têm plano de saneamento em vigor.

Entenda o ranking da Abes

Para calcular os indicadores, a Abes reúne dados dos municípios brasileiros que estão no Sistema Nacional de Informações de Saneamento. Para o ranking de 2019, foram utilizados dados de 2017.

Os municípios foram divididos em quatro categorias: rumo à universalização (acima de 489 pontos), compromisso com a universalização (450 a 489 pontos), empenho para a universalização (200 a 449 pontos) e primeiros passos (abaixo de 200 pontos).

Dentro das categorias, as cidades são divididas entre as de pequeno e médio portes e as de grande porte. Nessa divisão é considerada a classificação do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) que considera municípios de até 100 mil habitantes como de baixo e médio portes e com mais de 100 mil habitantes os municípios de grande porte.

Neste ano, o ranking reúne 1.868 municípios, o que segundo a Abes, representa 68% da população do país. A maior parte dos municípios pertence a categoria empenho para a universalização, que representa mais de 70% deles.

Confira a posição de Maringá em 2019 e no ano passado:

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:
Ranking Abes da Universalização do saneamento 2019
Ranking Abes da Universalização do saneamento 2019
Ranking Abes da Universalização do saneamento 2018
Ranking Abes da Universalização do saneamento 2018

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.