Estação de Tratamento de Esgoto é vistoriada por vereadores de Maringá. Sanepar propõe limitar aproximação da cidade

Por: - 24 de maio de 2019
Comissão em vistoria na Estação de Tratamento de Esgoto Mandacaru, em Maringá / Divulgação CMM

“A avaliação é péssima”, afirmou o vereador Odair Fogueteiro (PHS) ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Mandacaru da Sanepar, em Maringá, onde sentir o mau cheiro é inevitável. A declaração do vereador é parte do vídeo divulgado pela Câmara de Maringá nas redes sociais (assista abaixo).

Na manhã desta sexta-feira (24/5) os vereadores que integram a Comissão de Estudos sobre o Mau Cheiro foram até a Estação de Tratamento de Esgoto junto com fiscais e o secretário de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal, Marco Antonio Lopes de Azevedo.

O único problema encontrado no local foi um queimador de gás metano com defeito e houve a recomendação do conserto imediato do equipamento.

O gerente regional da Sanepar em Maringá, Vitor Alécio Gorzoni, que acompanhou a visita explicou que os trâmites para a regularização já foram iniciados. “Embora o equipamento esteja com problema, temos outro queimador funcionando normalmente. E resolveremos esta questão o mais rápido possível”, afirmou.

Fogueteiro afirmou que a visita a Estação de Tratamento de Esgoto se deve a denúncias de mau cheiro em bairros próximos. “Moro na região e a gente sente odor muito forte”, disse o vereador na gravação, o que não foi percebido na manhã desta sexta-feira (24/5).

Fogueteiro e os vereadores Belino Bravin (PP) e William Gentil (PHS) afirmam no vídeo ter sentido o mau cheiro apenas ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto e que não houve nenhuma constatação de odor ruim nos bairros da região durante a visita. Segundo os vereadores, vai ser preciso fazer uma nova avaliação em um dia de sol quente, quando a propagação dos odores é maior.

De acordo com o assessor da diretoria da Sanepar na região, Jozemar Losano, a cortina verde formada por árvores ao redor da ETE Mandacaru é suficiente para bloquear o odor produzido no local.

Em nota a companhia também informou que “a Estação de Tratamento de Esgoto foi instalada no local há mais de 25 anos e possui licença de operação junto ao IAP e outorga do Instituto das Águas do Paraná para funcionamento.”

A empresa garantiu que “as análises de controle de qualidade realizadas atendem aos parâmetros exigidos pela legislação ambiental vigente”.

A diretoria da Sanepar também fez um alerta aos vereadores sobre a necessidade de evitar que a cidade se aproxime cada vez mais da Estação de Tratamento de Esgoto, que fica a cerca de 15 quilômetros do centro da cidade.

“Precisamos de um projeto de lei que estabeleça uma distância mínima entre as ETEs e os loteamentos”, acrescentou o diretor regional.

William Gentil adiantou que a comissão do Mau Cheiro vai avaliar a proposição de um projeto de lei com estudos técnicos para limitar o perímetro urbano.

Junto aos outros vereadores, ele também solicitou que denúncias de mau cheiro sejam encaminhadas aos vereadores.

MAU CHEIRO NA SANEPAR PREOCUPA COMISSÃO

MAU CHEIRO NA SANEPAR PREOCUPA COMISSÃONa manhã desta sexta-feira (24), Comissão do Mau Cheiro visitou estação de tratamento da Sanepar, na Zona Norte de Maringá, e detectou cheiro forte e alguns equipamentos quebrados que poderiam ajudar na diminuição do odor. Comissão é formada pelos vereadores Odair Fogueteiro, William Gentil, Belino Bravin, Flávio Mantovani e Altamir Antônio dos Santos.Assista a reportagem:

Dikirim oleh Câmara Municipal de Maringá pada Jumat, 24 Mei 2019

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.