Pelo quarto mês consecutivo Maringá tem ganhador no Nota Paraná. Professora recebeu R$ 80 mil em maio

Por: - 21 de maio de 2019
Com o plenário lotado de autoridades, contribuintes e instituições beneficentes, o evento contou também com uma homenagem dos deputados paranaenses ao programa de cidadania fiscal do Estado / Gilson Abreu/ANPr

Para a professora de Maringá, Cristiane Aparecida de Souza Sabbag, de 42 anos, ganhar R$ 80 mil no sorteio do Nota Paraná foi um misto de susto e surpresa. Como não conseguiram falar com ela pelo telefone, os representantes do programa foram pessoalmente avisar. “Fiquei primeiramente muito assustada, mas depois foi só alegria”, disse a professora.

Foi o quarto mês consecutivo que Maringá tem ganhador no Nota Paraná. Em fevereiro, um gerente bancário ganhou R$ 30 mil. No mês seguinte, uma gerente administrativa que trocou Curitiba por Maringá recebeu R$ 50 mil do programa. E, no mês de abril, mais um sortudo, um designer de interiores ganhou R$ 50 mil bem no dia do aniversário.

A professora Cristiane afirmou que é participante assídua do programa, que costuma pedir o CPF até nas compras com valores menores e que incentiva os amigos e familiares a participar. “Deixo acumular os valores que retornam ao longo dos meses e faço o resgate de uma vez só no final do ano”, afirmou.

Sobre o destino para o prêmio, a professora afirma que vai ajudar a mãe a concluir a reforma da casa e vai usar o restante para pagar dívidas.

O prêmio principal sorteado em maio, de R$ 250 mil, foi entregue para a Associação Ponta-Grossense de Portadores de Deformidades Faciais (APPDF). É uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, que há 26 anos atende crianças, jovens e adultos portadores de fissura lábio palatal. Com o prêmio especial do Nota Paraná, a entidade vai concluir a construção da sede e desenvolver novos projetos.

O segundo prêmio, de R$ 120 mil, saiu para a assistente social Lelia Maria Luz Reis Refundini, de 59 anos. A desconfiança inicial deu lugar a surpresa e alegria ao ser informada de que havia sido sorteada com o prêmio de R$ 120 mil.

“Cheguei a ligar para a Receita Estadual para me informar. Foi o primeiro prêmio que ganho na vida. Nunca havia sido sorteada nem em bingo”, disse a moradora de Londrina.

Segundo ela, o ato de pedir o CPF na nota tornou-se um hábito, além de uma ação de cidadania. “Sempre peço o CPF na nota. Algumas vezes, quando estou com pressa, pego a Nota, sem o CPF e doo para entidades da região”, diz. Sobre o prêmio, Refundini afirma que não tem planos iniciais e que pretende aplicar o valor para decidir no futuro.

Os prêmios especiais do Nota Paraná de maio foram entregues em cerimônia realizada na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), na segunda-feira (20/5). O programa completa quatro anos em 2019 e esta prestes a alcançar R$ 1,47 bilhão em créditos e prêmios aos contribuintes de todo o Paraná.

O Nota Paraná tem mais de 2,5 milhões de cidadãos cadastrados. Do valor total devolvido,  foram repassados R$ 132 milhões para as 1.300 entidades beneficentes cadastradas e que já receberam mais de 391 mil notas por meio de doações.

São contempladas instituições das áreas de assistência social, saúde, defesa e proteção animal, desportes e cultura de todas as regiões do Paraná. Saiba mais no site oficial do programa Nota Paraná.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.