Pelo quarto mês consecutivo Maringá tem ganhador no Nota Paraná. Professora recebeu R$ 80 mil em maio

Por: - 21 de maio de 2019
Com o plenário lotado de autoridades, contribuintes e instituições beneficentes, o evento contou também com uma homenagem dos deputados paranaenses ao programa de cidadania fiscal do Estado / Gilson Abreu/ANPr

Para a professora de Maringá, Cristiane Aparecida de Souza Sabbag, de 42 anos, ganhar R$ 80 mil no sorteio do Nota Paraná foi um misto de susto e surpresa. Como não conseguiram falar com ela pelo telefone, os representantes do programa foram pessoalmente avisar. “Fiquei primeiramente muito assustada, mas depois foi só alegria”, disse a professora.

Foi o quarto mês consecutivo que Maringá tem ganhador no Nota Paraná. Em fevereiro, um gerente bancário ganhou R$ 30 mil. No mês seguinte, uma gerente administrativa que trocou Curitiba por Maringá recebeu R$ 50 mil do programa. E, no mês de abril, mais um sortudo, um designer de interiores ganhou R$ 50 mil bem no dia do aniversário.

A professora Cristiane afirmou que é participante assídua do programa, que costuma pedir o CPF até nas compras com valores menores e que incentiva os amigos e familiares a participar. “Deixo acumular os valores que retornam ao longo dos meses e faço o resgate de uma vez só no final do ano”, afirmou.

Sobre o destino para o prêmio, a professora afirma que vai ajudar a mãe a concluir a reforma da casa e vai usar o restante para pagar dívidas.

O prêmio principal sorteado em maio, de R$ 250 mil, foi entregue para a Associação Ponta-Grossense de Portadores de Deformidades Faciais (APPDF). É uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, que há 26 anos atende crianças, jovens e adultos portadores de fissura lábio palatal. Com o prêmio especial do Nota Paraná, a entidade vai concluir a construção da sede e desenvolver novos projetos.

O segundo prêmio, de R$ 120 mil, saiu para a assistente social Lelia Maria Luz Reis Refundini, de 59 anos. A desconfiança inicial deu lugar a surpresa e alegria ao ser informada de que havia sido sorteada com o prêmio de R$ 120 mil.

“Cheguei a ligar para a Receita Estadual para me informar. Foi o primeiro prêmio que ganho na vida. Nunca havia sido sorteada nem em bingo”, disse a moradora de Londrina.

Segundo ela, o ato de pedir o CPF na nota tornou-se um hábito, além de uma ação de cidadania. “Sempre peço o CPF na nota. Algumas vezes, quando estou com pressa, pego a Nota, sem o CPF e doo para entidades da região”, diz. Sobre o prêmio, Refundini afirma que não tem planos iniciais e que pretende aplicar o valor para decidir no futuro.

Os prêmios especiais do Nota Paraná de maio foram entregues em cerimônia realizada na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), na segunda-feira (20/5). O programa completa quatro anos em 2019 e esta prestes a alcançar R$ 1,47 bilhão em créditos e prêmios aos contribuintes de todo o Paraná.

O Nota Paraná tem mais de 2,5 milhões de cidadãos cadastrados. Do valor total devolvido,  foram repassados R$ 132 milhões para as 1.300 entidades beneficentes cadastradas e que já receberam mais de 391 mil notas por meio de doações.

São contempladas instituições das áreas de assistência social, saúde, defesa e proteção animal, desportes e cultura de todas as regiões do Paraná. Saiba mais no site oficial do programa Nota Paraná.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.