Prefeitura de Maringá vai comprar semáforos de pedestres para cerca de 30 cruzamentos

Por: - 4 de maio de 2019
Previsão é que os semáforos para pedestres sejam instalados em cerca de 30 pontos da cidade / Pixabay

A Prefeitura de Maringá abriu licitação para compra de semáforos de pedestres e veículos com valor máximo de R$ 812,6 mil. No total, são 30 unidades de repetidores, semáforos auxiliares com três lampadas que vão ser instalados nos postes, e 269 porta focos para pedestres que vão ser instalados em cerca de 30 cruzamentos da cidade.

Segundo o edital, a previsão é que os semáforos de pedestres sejam instalados em  cruzamentos como o da Avenida Colombo com a Avenida Herval e da Avenida Colombo com a Rua Lauro Werneck. A licitação inclui cruzamentos da Avenida Carlos Correa Borges e também é prevista a instalação de um equipamento entre as avenidas Pedro Taques e Bento Munhoz da Rocha Neto, por exemplo.

“Os locais são escolhidos de acordo com a demanda e o risco que os pedestres correm”, afirmou o secretário de Mobilidade Urbana, Gilberto Purpur. Ele explicou que a instalação requer estudos de tráfego para não criar pontos de engarrafamento.

“Sempre que se coloca semáforo de pedestre, você prejudica os veículos, pois tira tempo de verde do veículo para dar ao pedestre. Então, fazemos um planejamento para não prejudicar os veículos e não acabar engarrafando a cidade”, explicou o se

Purpur disse que os 30 repetidores para veículos vão ser instalados em locais com pouca visibilidade ou onde há equipamentos de avanço de sinal.

Segundo ele, por causa do novo contrato assinado com a empresa que vai operar os equipamentos na cidade, alguns dispositivos de avanço de sinal vão ser realocados para outros lugares e novos repetidores vão ser necessários.

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) ainda estuda quais são os novos locais que vão receber os equipamentos. A secretário adiantou que o cruzamento da Avenida Cerro Azul com a Avenida Guedner é um dos pontos que vai receber o avanço de sinal e o semáforo auxiliar.

A abertura dos envelopes com as propostas das empresas está marcada para ocorrer no dia 15 de maio, às 9h, na Diretoria de Licitações.

O pregão é em modalidade de registro de preço, isso significa que o município não precisa adquirir todos os equipamentos. Os itens podem ser comprados conforme necessidade da administração durante o período de vigência do contrato que é de doze meses.

Tenha acesso liberado ao melhor jornalismo da cidade. Assine o Maringá Post e fique bem informado. Saiba mais aqui.