Caminhão da Serasa e Procon de Maringá atendem na Praça Napoleão Moreira até sábado

Por: - 1 de maio de 2019
Atendimento até sábado na Praça Napoleão Moreira da Silva / Divulgação

Até sábado (4/5) a Praça Napoleão Moreira da Silva recebe o Caminhão da Serasa e mais uma edição do projeto Procon nos Bairros. Oportunidade para inadimplentes negociarem as dívidas e para os consumidores tirarem dúvidas e registrar reclamações.

Segundo a Serasa, em março de 2019, Maringá tinha 106.081 pessoas endividadas. O número representa que um entre quatro moradores da cidade possui alguma dívida.

Além de negociações, as pessoas podem aproveitar o Caminhão da Serasa para consultar o CPF, consultar e entender a pontuação de crédito do Serasa Score, simular e contratar empréstimos e outros.

O sistema online do Serasa oferece negociações diretas com 15 empresas entre bancos, cartões de crédito, operadores de telefone e TV por assinatura. São nomes como: Anhanguera, Unime, Unopar, Unic, Fama, Pitágoras, Uniderp, Ipanema, Tribanco, Porto Seguro, Itaú, Claro e NET.

“O objetivo desse projeto é possibilitar o acesso à informação e aos serviços gratuitos que a Serasa oferta, principalmente para pessoas que não possuem fácil acesso à internet. No primeiro ano mostramos que a negociação da dívida é o primeiro passo para a melhoria da saúde financeira. Desta forma, aproveitamos e relançamento do Serasa Limpa Nome e levamos essa nova experiência de negociação e descontos para dentro do Serasa Itinerante”, afirma a gerente do Serasa Consumidor, Giresse Contini. Os serviços também estão disponíveis neste link.

A partir desta quinta-feira (2/5) até o sábado (4/5) o Procon de Maringá realiza mais uma edição do projeto “Procon nos Bairros”. O serviço vai ser oferecido entre as 9 horas e as 18 horas na Praça Napoleão Moreira da Silva (Pernambucanas).

Além de orientar e registrar reclamações em unidade móvel, vão ser ofertados corte de cabelo gratuito, atendimentos jurídicos e de saúde com universitários e demais serviços com outras secretarias municipais.

O projeto visa a facilitar o acesso aos atendimentos do órgão de defesa do consumidor. Trabalhadores com dificuldade de horário e maringaenses que moram em bairros distantes podem reclamar e exigir seus direitos.

Participam nesta edição as secretarias de Mobilidade Urbana, Meio Ambiente e Bem Estar Animal, Mulher, Cultura e Inovação e Desenvolvimento Econômico.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.