Falhas no atendimento às crianças com câncer em Maringá em destaque na Jovem Pan

Por: - 3 de abril de 2019
Equipamento do setor de Oncopediatria do Hospital Universitário de Maringá / Divulgação Sesa

O atendimento às crianças com câncer em Maringá apenas patinou nos últimos anos. Embora o prédio do Centro de Oncopediatria tenha sido inaugurado entre 2013 e 2014, no complexo do Hospital Universitário (HU), o local ainda não oferece tratamentos.

Tão logo foi entregue, houve problema com o sistema de tratamento de ar, na rede interna de gases medicinais e na infraestrutura. As falhas levaram a uma disputa judicial da UEM com a empresa fornecedora, o que travou o uso do espaço por vários anos.

A última notícia oficial sobre o espaço foi divulgada há pouco mais de um ano pela Secretaria de Estado da Saúde, quando havia uma expectativa de resolver definitivamente a deficiência para os tratamentos de quimioterapia no local.

Na Câmara de Maringá, o vereador Mário Verri (PT) afirmou que vai protocolar um requerimento com pedido de informações. Ele critica a falta de uso do centro de oncologia para as crianças no complexo do HU, ao mesmo tempo em que se investe na construção do Hospital da Criança, onde se pretende implantar o atendimento oncológico.

Em virtude desta situação, as crianças continuam a depender do atendimento em Curitiba e a das longas viagens necessárias para o tratamento. O assunto foi o principal tema do debate na Jovem Pan de Maringá, no jornal desta quarta-feira (3/4), a partir das 7h30.

A cobrança de reajuste salarial dos servidores estaduais ao governador Ratinho Junior foi outro destaque. Os salários estão congelados desde 2016 e querem reposição imediata de ao menos 4,5%.

Casos de dengue em Cianorte, nepotismo em Porto Rico e a situação do PMDB foram outros assuntos do programa. Assista também no YouTube, onde o programa é transmitido ao vivo todas as manhãs.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.