Vestibular da UEM passa a ter só dois dias de provas em 2019. Mudanças foram aprovadas por Conselho

Por: - 21 de fevereiro de 2019

A partir de 2019 o Vestibular da UEM vai ter apenas dois dias de provas. A mudança foi aprovada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) nesta quarta-feira (20/2).

A alteração vale a partir do Vestibular de Inverno de 2019, que vai ter as provas realizadas nos dias 14 e 15 de julho. As inscrições vão ser abertas no dia 8 de abril e prosseguem até 8 de maior. Outra mudança é que as provas passam a ser realizadas no período da tarde.

Nos últimos concursos, as provas eram realizadas em três dias e eram feitas pela manhã. Uma terceira alteração aprovada pelo CEP é que o tempo de 4 horas para realizar a prova foi estendido para 5 horas.

No primeiro dia do Vestibular da UEM, os candidatos vão responde a 40 questões objetivas de Conhecimentos Gerais e vão fazer a Redação. No segundo dia, a prova vai contar com dez questões de Língua Portuguesa, cinco de Literaturas em Língua Portuguesa, cinco de Língua Estrangeira, além de 30 perguntas de Conhecimentos Específicos, de disciplinas que vão ser definidas pelo Conselho Acadêmico de cada curso da instituição.

As mudanças foram propostas pela Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU), que coordena os processos seletivos dos cursos de graduação da UEM.

O objetivo, segundo o vice-reitor da UEM, Ricardo Dias, é estimular uma maior participação nos concursos com a redução dos custos de logística de aplicação das provas.

Segundo a presidente da CVU, Maria Raquel Natali, outras ações vão ser adotadas no futuro para melhorar o processo seletivo. Uma comissão foi criada para avaliar as medidas que vão ser encaminhadas para a Pró-Reitoria de Ensino (PEN) e, posteriormente, para a aprovação pelo CEP.

Mais informações sobre as mudanças aprovadas para o Vestibular da UEM e o programa das provas dos vestibulares de Inverno, de Verão e do PAS da UEM podem ser verificadas no site oficial da CVU.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.