Prova para residência no Hospital Santa Rita reúne 129 médicos de vários estados brasileiros

Por: - 27 de janeiro de 2019

A seleção para integrar as equipes de Residência Médica no Hospital Santa Rita, em Maringá, reuniu 129 inscritos. São médicos formados em diferentes estados brasileiros, como São Paulo, Mato Grosso, Pará, Santa Catarina e Minas Gerais.

O grupo fez uma prova escrita nesta sexta-feira (25/1) pela manhã, conforme as diretrizes do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério da Saúde.

O coordenador da Comissão de Residência Médica do Hospital Santa Rita, Sanderland Gurgel, credita a alta procura por residentes a hospitais de Maringá ao fato da cidade ser referência em serviços médicos.

“Temos a residência há onze anos e nossas seleções são sempre muito concorridas, acredito que pela credibilidade do hospital e pela forte atuação que temos na educação, formando bons profissionais”, afirma.

O Santa Rita é um dos maiores hospitais de Maringá, referência regional e estadual. Gurgel considera que a procura vai na contramão do que acontece em grande parte do país, que é a falta de médicos, por conta também da desistência de Cuba em integrar o Programa Mais Médicos. “Conseguimos fidelizar os médicos que concluem residência aqui e fazer com que eles permaneçam na cidade, o que converte em benefícios para a população da região”.

O resultado dos aprovados nas especialidades de Anestesiologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Infectologia, Ortopedia e Traumatologia, Pediatria, Área Cirúrgica Básica, Radiologia e Diagnóstico por Imagem, Cancerologia Clínica, Cardiologia, Cirurgia Vascular, Coloproctologia, Ecocardiografia e Gastroenterologia foi divulgado às 13 horas.

Após a divulgação, os aprovados foram convocados para entrevistas individuais com os preletores. Agora, seguem para a etapa seguinte, de entrega de documentação e começam efetivamente a residência no mês de março.

O Hospital Santa Rita se dedica ao atendimento de alta complexidade a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de Maringá e da macrorregião.

Com estrutura ampla e moderna, em 29 especialidades, é o único hospital referência na região em Cardiologia. Também é porta de entrada para o Serviço de Atendimento Médico de Urgência – SAMU 192.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.