Morre o monsenhor Orivaldo Robles, 77 anos. Velório vai ser na Catedral de Maringá

Por: - 21 de janeiro de 2019

Morreu na manhã desta segunda-feira (21/1) o monsenhor Orivaldo Robles, 77 anos. Há vários anos ele lutava contra problemas de saúde. A notícia foi confirmada pela Arquidiocese de Maringá. O velório do monsenhor Orivaldo Robles vai ser realizado na Catedral de Maringá.

Segundo a Arquidiocese de Maringá, o corpo de Orivaldo Robles foi localizado na casa paroquial na manhã desta segunda. Não se sabe o horário preciso da morte do monsenhor. No domingo (20/1), ele celebrou às missas da Catedral ao meio dia e às 18 horas.

Nesta segunda às 18h30 e às 21 horas serão celebradas missas de corpo presente na Catedral, que vai ficar aberta durante toda a noite.

Na terça (22/1), missas de corpo presente vão ser celebradas às 7 horas, 9 horas, 12 horas e 15 horas. Após a Santa Missa das 15 horas, o corpo de Orivaldo Robles vai ser levado ao Cemitério Rainha da Paz, onde vai ser sepultado.

Ele foi ordenado em 1966 e em 22 de janeiro de 1989 assumiu a Paróquia Santa Maria Goretti, em Maringá, onde trabalhou por mais de 20 anos. Atualmente, exercia a a função de vigário da Catedral Nossa Senhora da Glória.

Por ocasião do cinquentenário da Diocese de Maringá, em 2007, o monsenhor Orivaldo publicou o livro “A Igreja que Brotou da Mata – Os 50 anos da Diocese de Maringá”, com 352 páginas, que narra a história da Igreja Católica, desde 1610, no Norte do Paraná, especialmente na região de Maringá.

Em 2012 teve publicado o livro “Celeiro Desprovido”, com 270 páginas, contendo 118 crônicas e artigos escritos desde 1995.

Veja mais informações aqui no blog do jornalista Angelo Rigon.

  • Reportagem atualizada às 12h30 com as informações sobre o velório e o sepultamento do monsenhor Orivaldo Robles.  

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.

Tenha acesso liberado ao melhor jornalismo da cidade. Assine o Maringá Post e fique bem informado. Saiba mais aqui.