UEM alerta sobre prazos de transferência de alunos de outras instituições de ensino superior. Detalhes saem na segunda (21/1)

Por: - 8 de janeiro de 2019
A Universidade Estadual de Maringá (UEM) conta com 16 cartas-patentes concedidas pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) / Divulgação UEM

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) vai publicar na segunda-feira (21/1), às 14 horas, o edital com os detalhes para a transferência de alunos de outras instituições de ensino superior. O processo seletivo abrange estudantes de escolas públicas, particulares ou estrangeiras para cursos de graduação presencial e à distância da instituição.

A solicitação de transferência será feita exclusivamente no site da Diretoria de Assuntos Acadêmicos (DAA), onde também vai ser publicado o edital. Os interessados precisam ficar atentos aos prazos. A inscrição precisa ser feita até as 23h59 de terça-feira (22/1), apenas um dia após a publicação do edital com as informações.

O edital de transferência de alunos de outras instituições vale para os interessados em pleitear a continuidade dos estudos na UEM, no mesmo curso de graduação de origem, na modalidade de transferência externa facultativa, para o ano letivo de 2019.

Umas das exigências da UEM é que o curso da instituição de origem seja reconhecido. Para o curso de graduação em Música, habilitação Bacharelado, o candidato vai participar do “Exame Seletivo de Classificação”, conforme cronograma, critérios de avaliação e conteúdo programático estabelecidos no item 7 do edital nº 043/2018 – DAA.

No mesmo edital, o interessado encontrará todas as informações necessárias, incluindo os documentos necessários para fazer a solicitação de transferência.

O resultado dos pedidos de transferência será publicado no dia 14 de fevereiro, às 14 horas. Com a publicação do resultado, os candidatos classificados no limite das vagas ficam automaticamente convocados a efetuar matrícula nos dias 14 e 15 de fevereiro.

As aulas do ano letivo de 2019 na UEM vão ter início no dia 7 de março e os ingressantes no processo de transferência externa precisam estar cientes de que as aulas perdidas, caso ocorram, vão ser contabilizadas na frequência mínima obrigatória de 75%. A universidade informa que não haverá reposição das aulas.

Conheça o plano de expansão do Maringá Post. Você pode dominar a mídia online da sua cidade. Saiba mais.