Secretário de Saúde emite nota para esclarecer fake news sobre fechamento do Hospital do Câncer de Maringá

Por: - 5 de janeiro de 2019

Para esclarecer a divulgação de fake news sobre fechamento do Hospital do Câncer de Maringá, o secretário municipal de Saúde, Jair Biato, divulgou na manhã deste sábado (5/1), uma nota oficial a respeito do hospital.

“Trata de mais uma mentira criada por um blogueiro de Maringá, que sem responsabilidade nenhuma inventou essa história para atacar a atual administração. Será que esse cara não pensa nas famílias que vem sofrendo com o câncer e lê uma matéria mentirosa acabam entrando em desespero”, afirmou o secretário na nota oficial.

Este é o link para a postagem que circulou pelas redes sociais, que traz apenas o alerta de fechamento, sem muitas informações que embasam a afirmação.

Biato considerou o fato lamentável e solicitou mais cuidado na hora de compartilhar e acreditar neste tipo de informação. “Pedimos a população de Maringá procure as grandes mídias e, se não tiver nada, desconfie e não aceite esse tipo de postagem”, afirmou.

Diante de possíveis questionamentos, o secretário pontuou a questão dos repasses da Prefeitura de Maringá para o Hospital do Câncer.

  • A prefeitura de Maringá, através da Secretaria de Saúde mantém convênio com o HC e mensalmente repassa mais de R$ 2 milhões de reais pelos atendimentos da instituição a população.
  • O repasse é feito no início de cada mês, a nota fiscal dos serviços pré-datados do mês de novembro foi entregue na Secretaria da Fazenda no último dia 27 de dezembro, em virtude do feriado e recesso do Paço, será efetuado até dia 9, assim como os demais convênios similares (outros hospitais).
  • O Hospital do Câncer de Maringá é privado, atende a rede pública – SUS, convênios e particulares com um faturamento mensal em média maior que R$ 30 milhões, tendo portanto deste valor, R$ 2 milhões do município para o atendimento dos pacientes SUS . Foram repassados no período (12 meses) mais de R$ 24 milhões da prefeitura ao HC conforme contrato e produção.
  • A ‘’extrapolação”, que é o excedente no atendimento, são pagos de forma administrativamente. Todas as instituições conveniadas na área da saúde (hospital) têm pagamentos administrativos a receber, porém esse pagamento não têm data pré-determinada, necessita de disponibilidade orçamentária do município, estado e união, conforme é conhecimento entre as partes.
  • O valor da “extrapolação” do HC no período anual é de R$ 1,8 milhão, que representa apenas 8% do valor total repassado pela Prefeitura de Maringá a unidade, sendo menos de 5% do faturamento total do Hospital do Câncer.
  • Com o exposto reafirmamos a transparência da administração municipal em honrar com seus compromissos, o que sempre foi feito e continuará sendo, portanto não podemos ser responsabilizados pela gestão da empresa hospitalar privada em não conseguir efetivar seus pagamentos com colaboradores e fornecedores.

Conheça o plano de expansão do Maringá Post. Você pode dominar a mídia online da sua cidade. Saiba mais.