Pagamento do IPVA 2019 no Paraná começa em 24 de janeiro. Veja como calcular e a tabela com as datas de vencimento do imposto

Por: - 24 de dezembro de 2018
Estado tem 4,3 milhões de veículos tributados e outros 2,6 milhões não tributados (Imagem/ Agência Estadual de Notícias)

O pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2019 começa em 24 de janeiro de 2019. O imposto poderá ser pago em três parcelas ou à vista com desconto de 3%. A maior parte da frota terá alíquota de 3,5%, mesmo percentual aplicado em 2018. Ônibus, micro-ônibus, caminhões, veículos de carga, de aluguel ou que usam gás GNV pagam 1%.

Para 2019, é preciso ficar atento à mudança na forma de pagamento. Desta vez, os contribuintes irão receber em casa apenas a correspondência com a Guia de Recolhimento para pagamento à vista. Quem preferir parcelar o IPVA, precisa entrar no site da Secretaria Estadual da Fazenda e imprimir as guias de recolhimento das parcelas.

O pagamento também poderá ser feito somente com o número do Renavam nas agências bancárias credenciadas: Banco do Brasil, Bancoob, Bradesco, Itaú, Rendimento, Santander e Sicredi.  A expectativa do Governo do Paraná é arrecadar R$ 3,4 milhões com o IPVA em 2019, 6,25% a mais do que a previsão para este ano.

Em 2019, o Paraná terá 4,3 milhões de veículos tributados e outros 2,6 milhões não tributados. São isentos de pagar o imposto, veículos da União, do Estado e Municípios, táxis, ônibus de transporte urbano, para deficientes, destinados ao transporte escolar e fabricados antes de 1999.

A data de vencimento para o pagamento à vista ou da primeira cota será entre os dias 24 e 30 de janeiro, de acordo com os números finais da placa. O vencimento da segunda cota será entre os dias 21 e 27 de fevereiro e a terceira e última cota deve ser paga entre 21 e 27 de março, de acordo com a placa.

Os proprietários que não pagarem o imposto nos prazos terão multa de 10% e os valores sofrerão acréscimos de juros. Os contribuintes com dívidas de IPVA são inscritos no Cadastro Informativo Estadual (Cadin) e ficam impedidos de transferir a propriedade do veículo. O proprietário também é inserido na condição de devedor de tributos, o que impede a obtenção da Certidão Negativa de Débitos Tributários.

Os agentes do Detran não apreendem veículos por atraso de IPVA, mas sim pela falta do certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, que só é emitido se o veículo não tiver nenhum débito com o IPVA ou seguro DPVAT.

Confira os vencimentos do IPVA 2019 no Paraná

Veja como calcular o IPVA 2019 no Paraná

De acordo com Pesquisa de mercado realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), os proprietários de veículos usados pagarão, em média, 3,8% a menos no IPVA de 2019. Para calcular o valor do IPVA, o proprietário deve aplicar a alíquota, que é de 3,5%, sobre o valor de venda do veículo descrito na tabela Fipe.

Um dos veículos mais vendidos no primeiro semestre deste ano, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foi o Chevrolet Onix. De acordo com a tabela Fipe, o modelo Onix Hatch Activ 1.4, 8V, Flex, 5 portas e automático, ano 2019, custa R$ 61.248.

Cálculo: 61.248 X 0,035 = R$ 2.143,68 (valor que será cobrado no IPVA)

Baseado na tabela Fipe, o mesmo modelo de Chevrolet Onix de 2018 está com preço médio de R$ 59.286.

Cálculo: 59.286 X 0,035 = R$ 2.075,01 (valor que será cobrado no IPVA)

Mais de 127 mil vão usar o Nota Paraná

Para o IPVA de 2019, 127.664 proprietários de veículos vão utilizar os créditos do Nota Paraná para quitar ou reduzir o valor do imposto. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria da Fazenda, os contribuintes que usaram os créditos devem ter uma economia de R$ 15,5 milhões.

Os contribuintes que não conseguirem quitar o IPVA 2019 integralmente com os créditos do Nota Paraná, receberão a Guia de Recolhimento com a diferença, que também pode ser paga à vista, com o desconto de 3%, ou divida em três parcelas.



Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Prazo de inscrições para o concurso do Aeroporto de Maringá se encerra na quarta-feira

Os salários variam de R$ 1,49 mil, para auxiliar administrativo e auxiliar de operações aeroportuárias, a R$ 5,72 mil para engenheiro civil.

Agência do Trabalhador de Maringá abre 153 vagas. Tem dez para operador de caixa

Cargos com maior número vagas são de montador de estruturas metálicas, com 16, e soldador, com 11.

Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Prazo de inscrições para o concurso do Aeroporto de Maringá se encerra na quarta-feira

Os salários variam de R$ 1,49 mil, para auxiliar administrativo e auxiliar de operações aeroportuárias, a R$ 5,72 mil para engenheiro civil.

Agência do Trabalhador de Maringá abre 153 vagas. Tem dez para operador de caixa

Cargos com maior número vagas são de montador de estruturas metálicas, com 16, e soldador, com 11.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS