Tem Feira de Economia Solidária na UEM de segunda a quarta. Vai ter acessórios, artesanatos e produtos agroecológicos, orgânicos, veganos e livres de transgênicos

Por: - 11 de novembro de 2018

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) realiza de segunda (12/11) a quarta-feira (14/11) a terceira edição da Feira de Economia Solidária. Vai ser no estacionamento do Bloco C-34, no campus sede da instituição, entre 8 horas e 18 horas.

É prevista a participação de 15 empreendimentos, além de oficineiros, clube de troca, coleta de lixo eletrônico, atrações artísticas, exposições de arte e roda de conversa.

A Feira de Economia Solidária é organizada pelo Projeto Quitutes e Belezuras e pela Incubadora UniTrabalho como parte da atividade do evento Transversal Views of Work in Agriculture

Haverá uma variada oferta de produtos que serão comercializados pelos empreendimentos de economia solidária e de economia consciente, como alimentos saudáveis (produtos agroecológicos, orgânicos, veganos e livres de transgênicos), bebidas, cosméticos naturais, roupas, acessórios e artesanato.

De modo geral, todos os produtos integram o princípio da sustentabilidade e a comercialização a favor da solidariedade.

Além da comercialização de produtos, os visitantes da feira poderão participar ativamente do evento a partir do Clube de Trocas, que consiste na troca de objetos de uso pessoal como livros, roupas, calçados, acessórios (ou até mesmo saberes ou serviços) entre si. Basta levar o material ainda em bom estado de uso e dispô-lo no local.

No Clube de Trocas, não há trocas monetárias, e o valor dos objetos trocados é estabelecido na hora. Uma terceira opção para os visitantes adquirirem produtos na feira é o Brechó, que vende roupas usadas em bom estado a preços populares.

As oficinas oferecidas são voltadas à alimentação saudável e plantas medicinais e terá uma roda de conversa trará o tema “Trabalho no Campo”. A mediação da roda será feita pela  professora Maria Nezilda Culti (economista, professora aposentada da UEM, ex-coordenadora da Incubadora UniTrabalho/UEM e integrante do Conselho Nacional de Economia Solidária).

A Economia Solidária transcende a simples geração de renda e alcança outros âmbitos fundamentais à vida, como a sociabilização, o contato com a sustentabilidade e comércio justo, a diversidade e com a arte. A feira contará com a participação de artistas das mais diversas áreas, trazendo exposições, performances, fotografias e músicas a partir de exposições artísticas, fotográficas e apresentações culturais.

Serviço:

Data: 12, 13 e 14 de novembro de 2018.

Horário: das 8:00 às 18:00.

Local: No estacionamento do Bloco C-34.

Programação:

Áreas de empreendimentos econômicos solidários:

– Alimentação (orgânicos, vegetarianos e veganos, agricultura familiar, não industrializados);

– Artesanato;

– Vestuário;

– Cosméticos naturais;

– Brechó;

– Oficineiros(as).

Atividades

– Clube de trocas (Material diverso) organizado por universitários de Centro Acadêmico;

– Educação Ambiental (Arrecadação de material eletrônico e destinação correta de lixo);

– Atividades Culturais (show musical e discotecagem);

– Rodas de Conversa – Trabalho do Campo com a Profª Maria Nezilda Culti, integrante do Conselho Nacional de Economia Solidária;

– Oficinas gratuitas: Plantas medicinais: identificação de espécies e métodos de cultivo; e Sobre Arte e suas manualidades.

– Exposições Visuais (com a participação dos universitários da disciplina Psicologia e Arte do curso de Psicologia da UEM; também com a contribuição do Cogito Coletivo de fotógrafos da UEM sede Umuarama sobre a Feira Faisca).

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.