Conheça tecnologias que melhoram o contorno corporal com o combate a flacidez, celulite e gordura localizada. Novas técnicas em tempo suficiente para melhorar o corpo para o verão

Por: - 29 de outubro de 2018

Faltam pouco mais de 50 dias para o verão e, com novas tecnologias usadas para melhorar o contorno corporal, há tempo suficiente para fazer um tratamento para a flacidez, celulite, ou gordura localizada, e desfrutar dos resultados na estação mais quente do ano.

As técnicas existentes são inúmeras, mas com o avanço tecnológicos, o tratamento a cada um destes incômodos no contorno corporal das mulheres e dos homens passou a ser mais específico.

Em entrevista ao Maringá Post, a dermatologista Dra. Cláudia Sandri falou quais são os tratamentos mais modernos oferecidos na cidade para a flacidez, a celulite e a gordura localizada e destacou que sim, que é possível obter respostas antes do verão.

Para a celulite, um tratamentos com melhores resultados, segundo a doutora, é o VELA SHAPE 3, que usa uma combinação de técnicas no corpo. “O VELA SHAPE 3 combina quatro tecnologias: radiofrequência, infravermelho, vácuo e massagem mecânica”, explica.

A dermatologista relata que esse tratamento pode ser usado em qualquer região do corpo que apresente celulite e há um protocolo de quatro sessões, uma a cada 15 dias.

No que diz respeito à flacidez, a indicação da Dra. Cláudia Sandri é o EXILIS ELITE. “É uma das tecnologias de radiofrequência mais comentadas no mundo por causa dos resultados alcançados”, diz.

Com o aparelho EXILIS ELITE podem ser feitas aplicações nos braços, abdômen, região interna de coxas e nádegas. “Resultados interessantes também podem ser atingidos quando há, além da flacidez, acúmulo discreto de gordura localizada. O protocolo desse aparelho é com seções semanais, num total de seis sessões”, explica.

A dermatologista lembra que estas técnicas usadas para os tratamentos de celulite e de flacidez podem ser combinadas com o uso de outras técnicas, entre elas a aplicação dos chamados bioestimuladores (Sculptra e Radiesse).

“São substâncias injetadas logo abaixo da pele que estimulam as células produtoras de colágeno (fibroblastos) a produzirem um novo colágeno. Isso melhora a flacidez da pele. Geralmente, podem ser realizadas três sessões e os resultados podem durar até dois anos”, detalha a doutora.

Cooltech é a nova arma contra a gordura localizada

Para os tratamentos de gordura localizada, a tecnologia usada é chama de Criolipólise. “Acabamos de receber o Cooltech, de tecnologia europeia. É um método que se baseia no congelamento das células de gordura para sua posterior eliminação”, conta a Dra. Cláudia.

É uma técnica considerada ideal para aqueles pacientes que se queixam do acúmulo de gordura localizada, mas não podem ou não querem se submeter a uma lipoaspiração. “Pode ser usada em regiões do corpo como o abdômen, flancos, medial de coxas, nas costas e outros pontos”, exemplifica.

Nesse tratamento a eliminação da gordura ocorre de um a três meses após a sessão. “Esse novo aparelho também possui uma ponteira específica para destruição da gordura da região da papada. É a chamada gordura submentoniana ou “queixo duplo”. Essa é uma queixa frequente nos consultórios dermatológicos”, afirma a médica.

A Dra. Cláudia Sandri reforça que para entender melhor as necessidades de cada paciente, o ideal é marcar uma avaliação. Só no momento da consulta de um dermatologista é que se torna possível mensurar qual é o melhor aparelho ou técnica a ser usado em cada caso.

Este conteúdo foi produzido em nome da Clínica da Dra. Claudia Sandri, como parte do Plano 6k de marketing de conteúdo oferecido pelo Maringá Post. O telefone de contato da clínica é o (44) 3262-3811.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.