Em dia de campanha de Alvaro Dias em Maringá, protestos a favor e contra Bolsonaro dominam as ruas e as redes sociais na cidade

Por: - 29 de setembro de 2018
Manifestação #elenao em Maringá / Wellington Guimarães

Em meio a protestos a favor e contra Bolsonaro, por #elesim e #elenao, o senador e candidato a presidente pelo Podemos, Alvaro Dias, fez campanha no centro de Maringá na manhã deste sábado (29/9).

Dias afirmou que o atual cenário de segundo turno é uma insanidade. A tendência é que Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), disputem o voto dos eleitores no segundo turno.

“Este segundo turno seria uma tragédia. Eu não acredito neste segundo turno”, disse o presidenciável ao jornalista Victor Simião, da rádio CBN de Maringá. Dias também voltou a afirmar que vai convidar o juiz federal Sérgio Moro para o Ministério da Justiça.

Alvaro Dias caminhou pelo centro de Maringá ao lado do prefeito Ulisses Maia (PDT) e de candidatos a deputado estadual e federal, além de apoiadores da campanha.

À tarde, o foco da campanha para presidente do Brasil mudou para Bolsonaro. Apoiadores do candidato, do movimento #elesim fizeram uma carreata, com concentração na praça em frente ao antigo Aeroporto de Maringá, na Avenida Gastão Vidigal.

Participantes da manifestação divulgaram vídeos nas redes sociais, que mostram a participação de milhares de pessoas.

Dentro da manifestação #elenao, convocada principalmente por mulheres contra o candidato a presidente Jair Bolsonaro, milhares de pessoas se concentraram na praça ao lado da Prefeitura de Maringá.

Depois, os participantes seguiram em caminhada até o estacionamento do estádio Willie Davids, que foi tomado por populares. O jornalista Angelo Rigon publicou várias fotos da manifestação feitas por Wellington Guimarães.

Ao contrário da manifestação a favor do candidato líder das pesquisas eleitorais, Jair Bolsonaro, o movimento #elenao não apresenta bandeira partidária e inclui desde os admiradores de Lula e do candidato Haddad, a pessoas que defendem o voto nulo ou outros candidatos de centro ou de esquerda.

A Polícia Militar informou que manteve um sistema preventivo de segurança para evitar conflitos entre as duas manifestações e, que até o final da tarde deste sábado (29/9), nenhuma situação de conflito havia sido registrada. A PM informou que não divulgaria estimativa de público de nenhuma manifestação política.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.