Hallel de Maringá neste final de semana espera 70 mil pessoas. Entre as atrações, pela primeira vez padre Marcelo Rossi celebra missa na cidade

Por: - 25 de setembro de 2018
Hellel de 2017: evento em Maringá está na sua 24ª edição: tema é "Somos Todos Irmãos"

A organização do 24º Hallel de Maringá, evento que nasceu em Franca (SP) inspirado no 1º Rock in Rio, que em 1985 reuniu tribos de todas as vertentes da contracultura, espera que 70 mil pessoas passem pelo Parque de Exposição Francisco Feio Ribeiro no próximo final de semana (29 e 30). O sonho de juntar as inúmeras vertentes católicas foi de Tia Lolita.

A expectativa de tamanho público se sustenta por várias particularidades do Hallel deste ano, a começar pelo fato de ser a primeira vez que o Padre Marcelo Rossi virá a Maringá para celebrar uma missa, além da mudança de data, que volta a ser em setembro, “para evitar que coincida com o Enem”, explica Beto Haddad, um dos coordenadores.

Cerca de 70% do público virá de quase todas as partes do Brasil, além de países vizinhos, como Argentina e Paraguai. A coordenação calcula que a cidade receberá entre 150 e 200 ônibus e que os participantes movimentem aproximadamente R$ 8,5 milhões nos dois dias, com alimentação e hospedagem. Parte dos participantes ficará acampada no parque.

Haddad disse que perto de 200 voluntários do Projeto Mais Vida, organizador do Hallel, participam dos trabalhos que, este ano, terá um custo de produção estimado entre R$ 250 mil e R$ 300 mil. “A maior parte dos recursos é de permutas. Também arrecadamos com vendas de camisetas, água, refrigerantes e patrocínios”, diz ele.

Os custos foram reduzidos com a decisão de ter como essência a missão de evangelizar, o que levou ao corte de cachês dos artistas. “Só cobrimos os custos com viagem, alimentação e hospedagem”, observa. Além do padre Marcelo Rossi, o festival terá Thiago Brago, Andréia Sales, Colo de Deus, The Flanders, Dj Leo Guimaraes e Missão Boa Nova.

O evento, que pode ser resumido como sendo um festival de música católica, tem como objetivo “proporcionar às pessoas uma experiência profunda com Deus, que na diversidade cria uma unidade espiritual”, observa Beto Haddad, que acrescenta: “O evento é aberto a todos os interessados e de todas as idades” e tem como tema “Somos Todos Irmãos”.

No sábado (29) a programação terá início às 14h com o Festival Hallel Novo Som, que tem o objetivo de promover os novos talentos da música cristã. No domingo (30), a Santa Missa de abertura será às 8h, presidida pelo arcebispo de Maringá Dom Anuar Battisti, com a participação do Coral Arquidiocesano. Acesse a página do Hallel aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.