Maringá é a primeira cidade do Paraná a conseguir autorização para implantar Faculdade de Tecnologia do Senac. Terá dois cursos

Por: - 12 de setembro de 2018
Faculdade de Tecnologia Senac começa a receber alunos em 2019 com dois cursos (Imagem/Reprodução)

Conhecida por ser polo educacional, Maringá é a primeira cidade do Paraná a obter autorização para implantar uma instituição de ensino superior (IES) do Senac. A instalação da Faculdade de Tecnologia Senac Maringá foi aprovada por unanimidade no Conselho Nacional de Educação (CNE).

A faculdade vai ofertar cursos de Gastronomia e Gestão de Tecnologia da Informação, ambos tecnológicos. De acordo com o credenciamento publicado no Diário Oficial da União, a instituição será na Avenida Colombo, nº 6.225, no Jardim Universitário.

Mantida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), a faculdade será a 18ª instituição de ensino superior de Maringá, de acordo com o cadastro do Ministério da Educação. A autorização do CNE foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 6.

Segundo o parecer, o curso de Gastronomia obteve resultado “satisfatório”, com conceito 4, o que é considerado “muito bom” pelo instrumento de avaliação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Três instituições ofertam o curso na cidade.

O conceito é formado pela média das notas de três dimensões: Organização Didático-Pedagógica (ODP), Corpo Docente (DC) e Instalações Físicas (IF). Em setembro de 2017, o Inep esteve na instituição e atribuiu conceito 3,5 para ODP, 4 para CDe, 4,3 para (IF). O Perfil de Qualidade do Curso ficou nota 4.

No relatório, os avaliadores atribuíram conceito insatisfatório nos indicadores de produção científica, cultural, artística ou tecnológica e sobre gabinetes de trabalho para professores, que determinam a nota final das dimensões.

O curso de Gestão da Tecnologia da Informação obteve conceito 3 na avaliação geral. No quesito ODP recebeu conceito 3; no CD 3,1 e no IF 3,3. No perfil de qualidade do curso ficou com 3. Segundo o MEC, apenas uma faculdade oferece o curso em Maringá.

Entre os indicadores que determinam o conceito das dimensões, os avaliadores atribuíram nota “insatisfatória” para experiência profissional de magistério superior e gestão acadêmica do coordenador, no percentual de professores com titulação de doutor e na produção científica, cultural, artística ou tecnológica e sobre gabinetes de trabalho para professores.

No Paraná, o Senac tenta credenciar as três primeiras IES no Estado, duas unidades em Curitiba e uma em Maringá, que está com processo de credenciamento mais avançado. O Senac de Maringá informou que irá se posicionar após a autorização definitiva de funcionamento da instituição.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.