Reforma no Ensino Médio tende a refletir em aumento nas mensalidades das escolas particulares. Maringá será sede de congresso com palestra de Leandro Karnal

Por: - 17 de agosto de 2018

Ainda há dúvidas sobre a data de corte para o ingresso das crianças no 1º ano do Ensino Fundamental em 2019 e sobre a reforma do Ensino Médio. As alterações, em especial a da grade curricular do Ensino Médio, segundo o Sindicato das Escolas Particulares do Noroeste do Paraná (SinepeNOPR), tendem a refletir em aumento no valor das mensalidades.

A falta de direcionamento se deve a ausência de regulamentação, pelo Estado do Paraná, da resolução CNE/CP nº 2 publicada pelo Ministério da Educação no final de 2017. A resolução implanta a nova Base Nacional Comum Curricular.

“A gente vê com bons olhos as alterações realizadas pelo Governo Federal, mas precisamos que ela esteja regulamentada. Acreditamos que até o final do ano, o Paraná, por meio da Secretaria Estadual de Educação, nos dará uma posição”, afirma o presidente do Sindicato das Escolas Particulares do Noroeste do Paraná (SinepeNOPR), José Carlos Barbieri.

O clima gerado pela falta da regulamentação deixa os pais ansiosos e apreensivos. Devido a nova data de corte, aqueles que têm filhos que fazem seis anos depois de 31 de março estão inseguros em como proceder.

“Quem já se preparou para entrar no ano que vem, não tem como segurar o aluno, mas é preciso a regulamentação para que os pais possam saber com segurança o procedimento e a condução do filho no próximo ano”, afirma Barbieri.

Algumas escolas iniciaram o processo de adaptação para seguir as novas diretrizes e a estimativa preliminar é que as alterações na Base Nacional Comum Curricular e a reforma do Ensino Médio criem mais custos.

“Serão necessárias adaptações na estrutura e no quadro de docentes técnicos. Teremos que oferecer mais atividades e disciplinas, o que demanda um investimento que pode aumentar os valores da parcelas das escolas particulares”, explica Barbieri.

Decisão do Supremo Tribunal Federal provocou algumas mudanças no sistema de educação vigente no país. Cada estado tem a liberdade de regulamentar a lei da Base Nacional Comum Curricular de maneira que se adapte a realidade local. Desta, 60% é o conteúdo comum e 40% é o variável, onde o Paraná pode fazer adaptações.

Maringá terá fim de semana voltado à educação

Para discutir esses e outros temas, Maringá vai sediar o XXI Congresso de Educação e Cidadania do SinepeNOPR. As atividades começam nesta sexta-feira (17/8), às 19h, no Teatro Marista.

Na abertura do evento, tem palestra com professor Leandro Karnal, doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Ele vai abordar o tema “Educando no Mundo Líquido”. O congresso se estende no sábado (18/8), com mais palestras e oficinas.

Entre as presenças confirmadas tem a do professor Matheus Milan, pesquisador na área de neurociência e psicologia aplicada ao marketing e inovação, que vai falar sobre “Cérebro, Educação e Afeto: a importância das emoções na aprendizagem”, e da professora Emília Cipriano, doutora em Educação, sobre “A Educação frente aos Desafios da Atualidade”.

A palestra de encerramento é com o doutor em Educação, Ailton Dias de Melo, que vai falar sobre “Educação Contemporânea, Metas e desafios”.

Em paralelo ao congresso, na Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM), vai ser realizada nesta sexta-feira (17/8) a reunião mensal da Federação Nacional das Escolas Particulares (FENEP). Com 42 mil instituições de ensino associadas, Maringá será a única cidade do interior a receber o encontro.

Em Maringá, a FENEP também vai lançar a Rede Maior, formada pela própria entidade e por todos os sindicatos filiados. O objetivo é aproximar a federação, por meio da tecnologia, dos sindicatos do país e oferecer orientações, serviços e soluções que auxiliem às escolas.

Serviço:

  • Reunião Mensal FENEP
    Data: 17 de agosto
    Horário: 10h às 16h
    Local: Sala Darci Piana, ACIM – Rua Vereador Basílio Sautchuk, 388, Centro
  • XXI Congresso de Educação e Cidadania do SinepeNOPR
    Data: 17 e 18 de agosto
    Horário: Dia 17 às 19h30 | Dia 18 às 7h45
    Local: Teatro Marista – Av. Itororó, 111, Centro

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.