Em parceria com a UEM, Shopping Avenida Center realiza desafio de negócios entre estudantes do ensino superior. Melhores ideias serão premiadas com até R$ 1 mil em compras

Por: - 13 de agosto de 2018
Competição é promovida pelo Centro Acadêmico de Administração (CAAD) da UEM (Imagem/ CAAD)

Estudantes de qualquer curso superior de Maringá e região que tenham uma ideia de negócio inovadora poderão colocar em prática habilidades empresariais e concorrer a prêmios no Desafio de Casos do Shopping Avenida Center.

O desafio de negócios é uma ação do shopping em parceria com o Departamento de Administração da Universidade Estadual de Maringá (UEM), o Centro Acadêmico de Administração da UEM e o Centro Acadêmico Luca Paccioli.

A inscrição custa R$ 80 e o desafio será realizado em três fases. Podem participar grupos de dois a quatro alunos e as inscrições ficam abertas até quarta-feira (22/8). Para confirmar a participação, basta preencher o formulário de inscrição.

Em cada grupo é obrigatória a participação de um estudante de administração ou contabilidade. Os inscritos terão a oportunidade de propor a abertura de novos negócios para o shopping.

A primeira fase começa no ato de inscrição. Nesta etapa, os estudantes terão que produzir um trabalho de até três páginas com pesquisas e análises sobre o setor de shopping centers. As 40 equipes com os melhores trabalhos serão classificadas para a segunda fase.

As 40 equipes aprovadas participarão de uma palestra com o sócio-proprietário do Shopping Avenida Center que contará a história do empreendimento. Nesta fase, também haverá a produção de um trabalho digitado.

Segundo o professor do departamento de administração da UEM, Vitor Nogami, os estudantes terão que propor a abertura de duas lojas do setor de serviços para o shopping.

Os alunos terão que entregar o trabalho até 17 de setembro. As oito equipes com melhor avaliação serão classificadas para a fase final. Nessa etapa, os organizadores indicarão qual dos dois negócios propostos as equipes terão que desenvolver.

Durante esta fase, os estudantes das oito equipes vão fazer uma visita técnica no shopping e, posteriormente, terão de apresentar o projeto do negócio com plano operacional, plano de marketing, plano de pessoas e plano financeiro até 13 de outubro.

Para encerrar o programa de desafios, os universitários apresentarão o trabalho para uma banca no dia 20 de outubro. A banca será composta por professores e alunos da UEM e por funcionários do shopping.

O professor Vitor Nogami diz que essa é uma oportunidade para que os alunos consigam ampliar os contatos e mostrar o trabalho.

“Dentro da avaliação do shopping, o que me passaram é que vão ter outros lojistas com interesse em abrir novos negócios no shopping em uma ala de serviços. Vão estar na banca, investidores da área de serviços de todo o shopping e eles podem conseguir investidores para o negócio proposto”, afirma Nogami.

Os prêmios do desafio de negócios

As equipes com as melhores ideais serão premiadas. Os estudantes que ficarem em primeiro lugar recebem R$ 1 mil, em segundo R$ 600 e em terceiro R$ 400 em vale compras no shopping. Todas as equipes vencedoras também recebem troféu.

Os finalistas também ganham um certificado de 40 horas e quem chegar até a segunda fase ganha um certificado de 20 horas.

Segundo o professor, em cada fase do programa os estudantes serão avaliados com base em requisitos e habilidades diferentes. “Eles vão ter que resolver um problema real de uma empresa, fazer análise de mercado, de consumo e da concorrência para ver se vão propor um negócio inovador ou algo que já exista em Maringá”, diz o professor.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.