Previsão do Simepar e Climatempo mostra que a chuva foi embora e temperatura sobe gradativamente nos próximos dias em Maringá

11 de agosto de 2018
Previsão de sol para os próximos dias / arquidiocesedemaringa.org.br

Depois de uma madrugada de sábado (11/8) gelada, com registro de temperaturas negativas no centro-sul do Paraná e mínima na casa dos 6º em Maringá, a previsão do tempo dos institutos Simepar e do Climatempo indica que a chuva foi embora e a temperatura sobe gradativamente nos próximos dias.

Em vídeo divulgado na manhã deste sábado no Twitter, o meteorologista do Simepar, Lizandro Jacóbsen, fala sobre o clima no estado para o fim de semana e o risco de geadas no sul do Paraná.

Para o domingo (12/8) do Dia dos Pais, o frio ainda vai ser intenso em todo o Paraná. Em Maringá, a mínima prevista é de 7º e a máxima poderá chegar aos 24º, segundo previsão do Climatempo.

A partir de segunda-feira (13/8), os institutos indicam que as temperaturas começam a subir e não há previsão de chuva durante toda a semana.

O Simepar prevê que a mínima seja de 10º na segunda e mínima de 14º na quinta-feira (16/8). No Climpatempo, a mínima prevista para segunda-feira também é de 10º, mas para a quinta-feira, a previsão indica uma temperatura mínima de 17º.

Na quarta-feira (15/8), feriado em Maringá, em razão das comemorações do dia da padroeira, Nossa Senhora da Glória, a previsão é de um dia de sol, com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. A temperatura vai variar de 13º a 26º.

No sábado (18/8) e domingo (19/8), a perspectiva é de dias mais quentes. O Simepar e o Climatempo mostram que a temperatura na tarde domingo poderá chegar aos 29º e a mínima prevista é de 17º.

Se não houver nenhuma alteração nos próximos dias, com a chegada de uma nova frente fria ao Paraná, as temperaturas geladas não devem retornar a Maringá até o final de agosto. Para o sábado (25/8), por exemplo, a variação de temperatura vai ser de 20º a 31º.

Mais detalhes sobre a previsão para Maringá pode ser conferida no portal do Climatempo ou na página do Simepar.